Atlético-MG sai na frente, mas cede empate para o Bahia na Fonte Nova

Valinor Conteúdo
LANCE!
Cazares em boa jornada. Ele fez o gol atleticano na Fonte Nova (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)
Cazares em boa jornada. Ele fez o gol atleticano na Fonte Nova (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)


O Atlético-MG saiu na frente, mas cedeu o empate para o Bahia, com a partida terminando em 1 a 1, gols de Cazares e Élber, nesta quarta-feira, 27 de novembro, na Arena Fonte Nova, em Salvador.

A igualdade não foi boa para nenhum dos dois times, já que “enterra” de vez as chances do Bahia de lutar por uma vaga na Libertadores. Com 45 pontos na tabela, na 10ª colocação, o Tricolor de Aço está com oito pontos a menos do que o Corinthians, e a seis do Internacional.

Para o Galo, ficar sem os três pontos, aumenta o “flerte” do alvinegro com o perigo do rebaixamento, já que chegou aos 42 pontos, perdendo a 13ª posição para o Botafogo, ficando em 14º.

Tabela
> Confira classificação e simulador clicando aqui

O futebol atleticano teve bons momentos em Salvador, mas a força defensiva não segurou o Bahia, que continua sua sina no campeonato: nove jogos sem vencer e lutando apenas para conseguir assegurar uma vaga na Copa Sul-Americana de 2020.

Duelo equilibrado: lá e cá
A partida começou com muito disposição das duas equipes em buscar o gol. O Galo ameaçou o Bahia com bons lances de Marquinhos, pela direita, enquanto o time baiano quase marca após falha de Cleiton, que se “enrolou” com Réver, com a bola sobrando para Juninho. que chutou para fora.

Bahia toma as rédeas do jogo
O primeiro tempo que começou com duelo equilibrado, logo foi tomado pelo Bahia, que sempre buscava sair em velocidade com Artur, Gilberto, Lucca e Élber. Alguns bons lances foram criados e a zaga atleticana, alta e lenta, teve muito trabalho com os pequeninos baianos.

Juninho vacila, Cazares não perdoou. Galo na frente
O zagueiro do Bahia. que já esteve no elenco atleticano, perde uma bola incrível no meio de campo, Cazares rouba, avança com calma, dribla zagueiro e toca para o fundo do gol de Douglas. Placar aberto na Fonte Nova. Quinto gol do equatoriano neste Brasileiro, 40 no total com a camisa alvinegra.
















O momento era do Bahia
Levar o gol no início do segundo tempo foi um castigo para o Bahia, que estava melhor no jogo e pressionava o Galo. A falha individual gerou um gol para o rival dentro de casa. Torcida do Tricolor, que não anda de bem com o time, protesta com intensidade.

Galo devolve a “gentileza”- Gol do Bahia
A defesa atleticana errou coletivamente e não ajustou a marcação na jogada de Flávio, que cruzou para a área, Gregore desviou de cabeça e Élber teve tempo de ajeitar o corpo e acertar o canto esquerdo de Cleiton, sozinho, sem marcação.

Jair sai lesionado...De novo
O volante, aposta dos últimos treinadores do Galo, está em uma temporada muito frágil fisicamente. Deixou o campo sentindo um problema físico e deu lugar para Ramón Martínez.

Mancini tira Cazares novamente
O técnico do Galo parece não confiar no meia para ficar até o fim do jogo. Pela segunda partida seguida, Vagner Mancini tira Cazares do jogo, quando o jogador era uma boa opção para segurar a bola no campo de ataque. Leonardo Silva entrou com a missão de parar o ataque do Bahia, que pressionava muito a equipe mineira.

Próximos jogos
O Galo terá o Corinthians na 36ª rodada do Brasileiro, dia 1º de dezembro, às 18h, no Independência. enquanto os baianos, no mesmo dia e horário dos mineiros, encara o CSA, em Alagoas.

FICHA TÉCNICA

BAHIA 1 X 1 ATLÉTICO-MG
Local
:Arena Fonte Nova-Salvador(BA)
Data-hora: 26 de novembro de 2019, às 21h
Arbitragem: Thiago Duarte Peixoto(SP)
Assistentes: Daniel Luis Marques e Daniel Paulo Ziolli(SP)
VAR: José Cláudio Rocha Filho(SP)
Cartões Amarelos: Flávio(BAH), Otero(ATL)
Público e Renda: 13 126/ R$ 123.325,00

Gols: Cazares, aos 8’-2ºT(0-1), Élber, aos 18’-2ºT(1-1)

BAHIA: Douglas; Nino Paraíba, Wanderson, Juninho e Moisés; Gregore, Flávio, Lucca(Arthur Caike-intervalo) e Artur, Élber(Fernandão, aos 29’-2ºT) e Gilberto.Técnico: Roger Machado

ATLÉTICO-MG: Cleiton; Patric, Igor Rabello, Réver e Fábio Santos; Jair(Ramón Martínez, aos 20’-2ºT), Luan(Vinicius, aos 30’-2ºT), Otero, Cazares(Leonardo Silva, aos 35’-2ºT), Marquinhos e Di Santo. Técnico: Vagner Mancini





























Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também