Galo reduz 'barulho' para vender Cazares e vê brilho nos olhos do meia

Valinor Conteúdo
LANCE!
O Galo deixou claro publicamente que venderia Cazares se algum clube fizesse uma proposta agradesse. Agora, a conversa é de aproveitar o melhor do seu futebol em 2020-(Foto: Mauricia da Matta/Photo Premium/Lancepress!)
O Galo deixou claro publicamente que venderia Cazares se algum clube fizesse uma proposta agradesse. Agora, a conversa é de aproveitar o melhor do seu futebol em 2020-(Foto: Mauricia da Matta/Photo Premium/Lancepress!)


No fim de 2019, o presidente do Atlético-MG, Sérgio Sette Câmara, praticamente colocou o meia Cazares em uma prateleira para comunicar ao mercado do futebol que o clube pretendia vender o jogador, de 27 anos.

Sette Câmara deu diversas declarações públicas que o Galo já tinha em mente quanto pediria pelo meia. O motivo: Cazares tem contrato até o fim deste ano e no meio de 2020, já pode assinar um pré-contrato com outro clube, sem que o time mineiro recebesse nenhuma compensação.

Como não veio nenhum time disposto a levar o equatoriano, que fez uma temporada média, com brilhos esporádicos, o Galo começou 2020 com Cazares no elenco e também com uma mudança de discurso, o que pode indicar uma renovação de contrato do atleta, que chegou a BH em 2016, com a vinda de Dudamel para comandar o elenco atleticano.

O diretor de futebol do Atlético-MG, Rui Costa, em entrevista coletiva na Cidade do Galo, mostrou essa nova fala do clube em relação a Cazares, afirmando ver “um brilho nos olhos” do jogador no seu retorno aos trabalhos. Porém, Rui costa também deu uma resposta ambígua, ao afirmar que se o meia quiser jogar, será um bom reforço para o elenco.






- O Cazares é um dos grandes jogadores do Brasil, talvez da América do Sul, e é jogador do Galo. Temos que valorizar isso. Ele teve momentos bons e ruins no ano passado, mas ele é um jogador que tem qualidade técnica e tem vínculo como clube. Para que ele saia do Galo, tem que ser uma proposta que seja importante, que justifique a sua saída. Na apresentação (ao elenco), o Dudamel pontuou muito isso, falou da importância dele, desde que ele esteja compromissado, e ele falou isso para vários jogadores. E eu vi um brilho no olhar do Cazares que eu não tinha visto ainda - disse o diretor, que não descarta uma saída do jogador.

- Pode chegar uma proposta que seja extremamente satisfatória para o Galo? Pode. Mas ele está no grupo, ele vai ter que mostrar para o treinador que merece jogar, como todos, e isso ficou muito claro para vocês (imprensa), e mais claro ainda lá dentro, para os jogadores. Não dá para abrir mão de um jogador como Cazares. Se ele quiser jogar e ser o grande jogador que ele pode ser, é um baita de um reforço - completou

Cazares tem 204 jogos pelo Galo, marcando 41 gols com a camisa alvinegra em sua trajetória em Minas, desde 2016, quando foi contratado junto ao Independiente Del Valle.





Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também