Galo quita dívida na FIFA com time colombiano pela venda de Chará

·1 minuto de leitura


O Atlético-MG quitou mais uma dívida na FIFA, desta vez um débito com o com o Junior Barranquilla, da Colômbia, pela parte que os colombianos tinham direito na venda do atacante Yimmi Chará para o futebol dos Estados Unidos.

O Junior tem direito a receber 30% da venda, realizada em 2019 para o Portland Timbers, e recebeu R$ 7,9 milhões do clube mineiro. Assim, o Galo evita mais um processo na entidade máxima do futebol.

Porém, o Galo ainda terá de fazer novos repasses aos colombianos, pois do valor total da venda de Chará, 6 milhões de dólares, não foram pagos integralmente pelos norte-americanos. Ainda falta o alvinegro receber mais 1 milhão de doláres que deverão ser repassados ao Junior Barranquilla.

- O Clube Atlético Mineiro quitou junto à Fifa, dívida referente ao percentual que o Júnior Barranquilla, da Colômbia, tinha direito sobre a venda do atleta Yimmi Chará, ao Portland Timbers, dos Estados Unidos. O pagamento de cerca de R$ 7,92 milhões é mais uma importante etapa cumprida no processo de saneamento das finanças da Clube, que já pagou cerca de 35 milhões de reais à Fifa, em 2021, referentes a dívidas contraídas em gestões anteriores - disse o Galo, em nota.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos