Atlético-MG joga mal, perde para o Vitória e segue longe do G6

Alexandre Corrêa
Fred passou em branco mais uma vez na derrota do Atlético-MG - Dudu Macedo / Fotoarena

O Atlético-MG perdeu mais uma em casa no Brasileirão. Dessa vez para o Vitória, por 3 a 1, na noite deste domingo. Com gols de Neilton, Yago e Tréllez, o Rubro-Negro conseguiu uma importante vitória, chegando a 29 pontos e deixando a zona de rebaixamento, na 15ª posição. O gol de Cazares não foi suficiente para o Galo, que terminou a rodada na 11ª posição, com 31 pontos.

O JOGO

Há dois jogos sem vencer no campeonato, Atlético-MG e Vitória entraram em campo pressionados. O Galo, querendo fazer da sua casa uma arma novamente, já que há tempos que os visitantes vinham conseguindo bons resultados ocntra o alvinegro dentro de Minas Gerais. O Vitória, com os resultados da rodada, iniciou a partida na 19ª posição, com 26 pontos, precisando urgentemente de uma vitória para deixar o Z4.

O jogo começou a mil por hora. Com dois minutos, Fillipe Soutto deu grande passe para Neilton, que dominou e só teve o trabalho de tirar do goleiro. 1 a 0 para o Vitória no primeiro ataque do jogo. O gol acordou o Galo, que conseguiu o empate aos 17 minutos. Fred recebeu de Fábio Santos e deu lindo passe para Cazares. O meia dominou invadindo a área e chutou para deixar tudo igual no Independência.

Depois, o Vitória se fechou, atraindo o Atlético para o seucampo defensivo, querendo sair rápidamente em contra-ataques. Valdívia e Cazares tinham dificuldades em conseguir criar oportunidades. Fred era obrigado a sair muito da área para conseguir receber a bola. No intervalo da partida, o placar ainda era 1 a 1.

No segundo tempo, o Vitória conseguiu ficar mais com a posse de bola. Porém, não sabia o que fazer com ela. As duas defesas, assim como na segunda metade dos 45 minutos iniciais, anulava facilmente as investidas dos atacantes, e o jogo ficava muito amarrado no meio. Valdívia era o mais ativo do Galo, tentando arrumar o time com jogadas individuais.

Querendo vencer o jogo, Micale savou Adilson e colocou Otero. Na primeira dele, o meia bateu falta de longe e obrigou Caíque a fazer boa defesa. Depois, foi a vez de Fred deixar o campo para a entrada de Rafael Moura. Um minuto depois, um banho de água fria. Leonardo Silva cabeceou mal para trás, Tréllez driblou Victor e rolou para trás, onde estava Yago, livre para colocar o Vitória de novo na frente.

Aos gritos de "burro", Micale fez sua última alteração, colocando Marlone no lugar de Luan. A mudança não surtiu efeito, e o Galo não conseguiu reagir. Ainda deu tempo do Vitória fazer o terceiro, com Tréllez, aos 47 minutos. Depois de um chutão para frente, Leonardo Silva não cortou e a bola ficou limpa para o atacante encobrir o goleiro Victor. O resultado deixou a equipe mineira na 11ª posição, com 31 pontos. O Vitória deixou a zona de rebaixamento, chegando à 15ª colocação, com 29.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 1 X 3 VITÓRIA

Local: Arena Independência, Belo Horizonte
Data-hora: 24/9/2017 – 19h
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (FIFA-GO)
Auxiliares: Bruno Raphael Pires (FIFA-GO) e Leone Carvalho Rocha (GO)
Público: Não disponível.
Cartões amarelos: Luan (CAM); Tréllez (VIT)
Cartões vermelhos: Não houve.
Gols: Cazares, 17'1°T (1-1); Neilton, 2'1°T (0-1), Yago, 22'2°T (1-2) e Tréllez, 47'2°T(1-3)

ATLÉTICO-MG: Victor; Alex Silva, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Adilson (Otero, 16'2°T), yago, Cazares e Valdivia; Luan (Marlone, 33'2°T) e Fred (Rafael Moura, 22'2°T) – Técnico: Rogério Micale.

VITÓRIA: Caíque; Ramon, Kanu, Wallace e Geferson; Fillipe Soutto, Uillian Correia e Yago (René, 33'2°T); Neilton (Júnior, 34'2°T), Tréllez e David (Kieza,30'2°T) – Técnico: Vagner Mancini.



























E MAIS: