Galo busca reforços e não descarta ‘oportunidades’: “Ainda tem uma ou duas carências”

Antonio Mota
·3 minuto de leitura

De olho no Campeonato Brasileiro e restante da temporada, o Atlético-MG fez seis contratações – Junior Alonso, Bueno, Léo Sena (ex-Goiás), Alan Franco, Keno e Marrony (ex-Vasco) – para o treinador Jorge Sampaoli. Porém, apesar de ter sido um dos clubes mais ativos do mercado no futebol brasileiro, o Galo ainda busca ao menos um atacante e um goleiro, além de não descartar ‘oportunidades’.

“O Atlético ainda não tem seu elenco totalmente formatado. Ainda tem uma ou duas carências, que a gente está trabalhando. E a partir daí vem as possibilidades. O bom de ter o Atlético em protagonismo é que atletas que não pensavam em vir pro Atlético (...) começam a abrir possibilidades, e aí pode acontecer uma oportunidade ou outra de mercado”, afirmou o diretor de futebol do clube, Alexandre Mattos, em entrevista à Rádio Itatiaia.


Galo segue de olho na volta do Campeonato Mineiro e início do Brasileirão.
Galo segue de olho na volta do Campeonato Mineiro e início do Brasileirão.

Pra que isso aconteça, outros jogadores têm que sair. destacou o dirigente.

Em seguida, apesar de não falar no nome de Nahuel Bustos, do Talleres-ARG, que é o grande objetivo do Alvinegro Mineiro para o ataque, Mattos falou sobre a busca por um atacante. "É uma posição de definição. Todos jogam pra que essa posição seja de decisão na frente. É o que todo mundo busca, tem uma dificuldade. Não necessariamente é um jogador que possa vir de fora. (...), explicou, completando:

"A gente tem que ter tranquilidade. (A busca é) até por questão de número. Dois camisas 9 saíram, Ricardo (Oliveira) e Di Santo. Até por questão de número temos uma necessidade, mas temos jogadores que podem fazer essa característica. O Marrony, o Tardelli. Com muita calma, estamos analisando o mercado pra buscar jogadores dentro da característica do Sampaoli", concluiu.


Sampaoli quer um goleiro que saiba jogar com os pés.
Sampaoli quer um goleiro que saiba jogar com os pés.

O diretor ainda explicou sobre a procura por jogadores para determinadas posições, como de goleiro. A diretoria mineira não confirma a procura por um arqueiro, mas é de conhecimento comum que Sampaoli gosta de paredões que saibam jogar com os pés, o que não é tido como uma das virtudes do ídolo Victor ou do recém-contrato Rafael.

"É um treinador com uma característica bastante particular. Até por isso, muitas vezes a gente não tem a compreensão de por que está se buscando o jogador X, Y, Z, por que ele (Sampaoli) ainda insiste em ter um jogador pra uma posição. E as pessoas falam 'lá tem um, tem dois', mas às vezes as características que o Sampaoli precisa ainda não tem no elenco. Isso a gente vem, no dia a dia, debatendo bastante", completou.


Sampaoli ainda espera algumas peças para fechar o elenco.
Sampaoli ainda espera algumas peças para fechar o elenco.

Por fim, Mattos revelou que nem sempre a solução vai ser encontrada do mercado. “Você tem que conseguir encontrar, dentro de um orçamento, características necessárias pra ele. Ou, dentro do elenco, você tem que fazer um jogador, o mais rápido possível, adquirir essas características que atenda. (...) Pode ser que com o tempo um jogador que esteja lá adquira isso e consiga suprir essa necessidade. Pode ser que não. Temos que dar tempo ao tempo”, completou.

As informações acima são do GloboEsporte.com, que apurou ainda que o Atlético tem interesse no lateral-direito Mariano, que aparece como uma 'oportunidade', e que também pode ir em busca de um 'camisa 10' para o lugar de Juan Cazares, que caminha para a reta final de seu contrato e não tem tanto espaço quanto antes na Cidade do Galo.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.