Galo 'amassa' o Fortaleza no Mineirão e fica muito perto de sua segunda final na Copa do Brasil

·4 min de leitura
MG - Belo Horizonte - 20/10/2021 - COPA DO BRASIL 2021 ATLETICO-MG X FORTALEZA - Guilherme Arana jogador do Atletico-MG comemora seu gol durante partida contra o Fortaleza no estadio Mineirao pelo campeonato Copa do Brasil 2021. Foto: Fernando Moreno/AGIF (Fernando Moreno/AGIF)

O Atlético-MG está muito perto da sua segunda final de Copa do Brasil ao golear o Fortaleza por 4 a 0, gols de Arana, Réver, Hulk e Zaracho, nesta quarta-feira, 20 de outubro, no Mineirão, pelo jogo de ida das semifinais da competição mata-mata.

Com o resultado, o Galo pode perder por até três gols de diferença, que vai disputar a grande decisão contra Flamengo ou Athletico-PR. 

Leia também:

Em um primeiro tempo avassalador, o time mineiro não tomou conhecimento do Leão do Pici, que parecia não estar em campo, tamanha apatia diante do Atlético, que impôs um ritmo alucinante ao jogo, não dando qualquer chances de reação aos cearenses.

O goleiro Everson foi mero expectador na maior parte do duelo, que se desenhava equilibrado, mas acabou sendo um concerto de uma única equipe no Gigante da Pampulha. 

Começo de Gala, Galo arrasador

Os três primeiros gols do Atlético saíram com 40 minutos de jogo, com Arana, um lindo gol de fora da área, Réver e Hulk, que chegou ao quinto gol na Copa do Brasil se tornando um dos artilheiros, ao lado de Rigoni, do São Paulo e Rossi, do Bahia. Mas, se o time alvinegro tivesse forçado mais, faria o quarto e o quinto ainda na etapa inicial. A equipe de Vojvoda estava irreconhecível, sem nenhum esboço do time que surpreende o país com bela campanha no Brasileirão e a chegada na semifinal da Copa do Brasil.

Zaracho nocauteia de vez o Leão do Pici

Com um minuto do segundo tempo, o Atlético-MG marcou o quarto, com Zaracho, “matou” o jogo e administrou a intensidade da partida. Com menos de 20 minutos da etapa final, o time cearense conseguida apenas ficar mais tempo com a bola para evitar mais gols em sua meta.

No terceiro duelo do ano, Galo 2 x 1

Com uma vitória para cada no Brasileiro, os duelos da Copa do Brasil será o tira-teima entre as equipes. Por enquanto, a vantagem é mineira com a goleada desta noite, no Mineirão.

Preocupação e desfalque certo

Hulk levou um pisão na mão direita e saiu reclamando dores e pode ser preocupação para jogo de volta. Uma ausência certa é do volante Allan, que levou o terceiro cartão amarelo e não jogará no Castelão.

Goleada histórica não veio porque o Atlético não quis

A discrepância das duas equipes no jogo de ida foi tão grande que se o Galo tivesse imposto um ritmo mais intenso no segundo tempo, teria ampliado o placar para cinco, ou seis gols, promovendo um placar histórico nesta fase da competição.

A um passo de uma final: Galo merecedor

Pelo ano do alvinegro e a forma como jogou, o Atlético-MG mereceu o placar e merece estar na final da Copa do Brasil. O Fortaleza fez o que pôde, mas ainda estão um degrau abaixo dos mineiros como equipe.

Próximos jogos

O duelo de volta entre as duas equipes será na quarta-feira, 27 de outubro, no Castelão, na capital cearense. Pelo Brasileirão, o Galo encara o Cuiabá, domingo, 24, às 16h, no Mineirão. Já o Fortaleza, recebe o Athletico-PR no sábado, 23, às 19h15, em casa.


FICHA TÉCNICA DA PARTIDA
ATLÉTICO-MG 4 x 0 FORTALEZA
Data: 20 de outubro de 2021
Horário: 21h30(de Brasília)
Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Braulio da Silva Machado (SP)
Assistentes: Kleber Lucio Gil e Henrique Neu Ribeiro (ambos de SC)
VAR: Wagner Reway (PB)
Gols: Guilherme Arana, aos 18’-1ºT(1-0), Réver, aos 26’-1ºT(2-0), Hulk, aos 40’-1ºT(3-0), Zaracho, a 1’-2ºT(4-0)
Cartões amarelos: Jair(ATL), Yago Pikachu (FOR), Matheus Jussa (FOR), Éderson (FOR), Henríquez (FOR)
Cartões vermelhos:
Público e renda: 18.642 torcedores/ R$ 2.079.425,00

ATLÉTICO-MG (Técnico: Cuca)

Everson, Guga, Réver (Igor Rabello, aos 29’-2ºT), Alonso e Guilherme Arana; Allan (Tchê Tchê, aos 40’-2T), Jair, Zaracho e Nacho (Savarino, aos 40’-2ºT); Keno (Vargas, aos 28’-2ºT) e Hulk (Eduardo Sasha, aos 28’-2ºT)


FORTALEZA (Técnico: jUAN PABLO VOJVODA)

Felipe Alves, Tinga, Daniel Guedes, Jussa; Crispim (Edinho, aos 39’-2ºT), Felipe (Bruno Melo, aos 18’-2ºT), Éderson, Matheus Vargas (Henriquez-intervalo), Pikachu; Romarinho (Ronald-intervalo) e Robson (Depietri, aos 17’-2ºT).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos