Galliote, sobre Abel Ferreira: ‘É um projeto muito importante para o futuro do Palmeiras’

LANCE!/NOSSO PALESTRA
·2 minuto de leitura


Oficialmente aberta, a gestão de Abel Ferreira no Palmeiras é, como de hábito no clube, uma mescla de empolgação e resistência. Reconhecidamente um clube que demite treinadores com frequência, o Verdão quer, por meio de seu presidente, assegurar que o português tenha estabilidade e tempo para trabalhar.

Em entrevista ao 'ge', o mandatário Maurício Galliote garantiu que a ideia de contratar Abel é para um projeto longo.

– Todos nós, palmeirenses, temos que estar unidos neste momento. O Abel foi contratado para um trabalho de médio a longo prazo. É um projeto muito importante para o futuro do Palmeiras e o apoio da nossa torcida será, como sempre, fundamental. Os recursos têm de ser compatíveis com os objetivos e precisa haver um alinhamento de expectativas. As variáveis contemplam metas, recursos e prazos. A evolução também deverá ser considerada, não apenas os resultados esportivos – disse.

Diferentemente do que se esperava – que era uma contratação sul-americana, o Palmeiras surpreendeu ao encontrar seu comandante no futebol grego, de pouca expressão. O presidente palmeirense detalhou como chegou até Abel.

– Redirecionamos a nossa estratégia para o futebol. O Palmeiras investiu muito na base nos últimos anos e continuará investindo. Iremos ao mercado para atender necessidades específicas ou aproveitar oportunidades. Assim, procuramos um técnico com experiência na formação e aproveitamento de atletas da base. Outro aspecto considerado foi a intensidade de jogo, que requer uma equipe participativa, com equilíbrio entre os setores e velocidade de transição.

Galiotte Abel Ferreira
Galiotte Abel Ferreira

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)


Ainda sobre a escolha, Maurício falou sobre o desejo de implementar uma filosofia que vá além de um trabalho por resultados.

– A escola europeia é referência nisso. Temos também como objetivo implementar um padrão de jogo, não apenas um modelo, mas uma cultura futebolística, o que exige metodologia e didática. O currículo do Abel Ferreira demonstra que ele reúne tais características e competências. As entrevistas com o Abel e as informações coletadas no mercado reforçaram as informações curriculares – finalizou.

Abel Ferreira assinou com o Palmeiras até o final de 2022 e seu contrato tem uma cláusula de renovação automática por mais um ano. O treinador trouxe consigo mais quatro profissionais, que são os auxiliares Carlos Martinho e Vitor Castanheira, o preparador físico João Martins e também o analista de desempenho Tiago Costa.

Eles estrearão no comando do Verdão na próxima quinta (05), no Allianz Parque, pela jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, contra o Red Bull Bragantino. No jogo de ida, o Palmeiras venceu por 3 a 1.