Galiotte tem reunião na Conmebol sobre confusão no Uruguai

O Palmeiras segue somando forças para tentar livrar o volante Felipe Melo da suspensão preventiva de três jogos imposta pela Conmebol pela confusão na batalha de Montevidéu. Nesta terça-feira, o presidente do Verdão, Maurício Galiotte, esteve em Assunção, local da sede da entidade sul-americana.

O mandatário do Palmeiras se reuniu com Alejandro Dominguez, presidente da Conmebol, e expôs a visão do clube sobre toda a confusão no Uruguai, contra o Peñarol. O advogado do clube, André Sica, também esteve no encontro.

Na sexta-feira, o Palmeiras enviou o advogado Leonardo Holanda para Assunção, no Paraguai, onde fica a sede da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) para entregar pessoalmente a defesa do clube, que conta com dois vídeos s preparados pelo departamento de futebol.

O primeiro mostra o início da confusão, com Willian sendo atingido com um soco por trás ainda antes do apito final, Fernando Prass agredido por três uruguaios e Felipe Melo fugindo do confronto.

No segundo vídeo, o Verdão apresenta uma sequência de imagens de diferentes partidas em que Felipe Melo ergue os braços para agradecer ao final do jogo, ou após gols do Palmeiras. Assim que o jogo disputado em Montevidéu terminou, o camisa 30 levantou os braços para comemorar e foi cercado por atletas do Peñarol. Na súmula da partida, o árbitro paraguaio Enrique Cáceres atribuiu a reação intempestiva dos jogadores do time uruguaio ao gesto do volante brasileiro.

Além do brasileiro, Nántez, Matias Mier e Lucas Hernández também receberam três partidas como suspensão preventiva. Os dois clubes também foram indiciados.

Leia mais:

Palmeiras chega à Bolívia sem Zé e Dracena; veja os relacionados

Após modelo principal, vazam outras possíveis novas camisas do Verdão

Thiago Santos se diz pronto para ser titular e espera jogo duro na Bolívia

Felipe Melo está suspenso do jogo desta quarta-feira, contra o Jorge Wilstermann (BOL), na Bolívia. Ainda não há data para o julgamento no Tribunal Disciplinar, mas a principal meta do Palmeiras é evitar que o jogador leve um gancho maior do que estes três jogos. Caso fique nisso, Felipe perderia o fim da fase de grupos e a partida de ida das oitavas de final.