Galês chora morte do avô após estreia na Copa do Mundo

Neco Williams chorou no fim do jogo do País de Gales contra os Estados Unidos pela Copa do Mundo. Foto: Marc Atkins/Getty Images
Neco Williams chorou no fim do jogo do País de Gales contra os Estados Unidos pela Copa do Mundo. Foto: Marc Atkins/Getty Images

Neco Williams tinha tudo para viver um dia inesquecível. O País de Gales voltou a uma Copa do Mundo 64 anos depois com o lateral do Nottingham Forest como titular. Os 'dragões' conseguiram um ponto frente aos Estados Unidos ao empatarem em 1 a 1, graças a um pênalti sofrido e convertido por Gareth Bale já nos momentos finais do embate.

Logo após o apito final, enquanto muitos jogadores celebravam a estreia, as lágrimas de Neco Williams chamaram a atenção de todos que acompanharam a partida. Em entrevista depois do jogo, o companheiro de Bale revelou que aquele que deveria ser um dos dias mais felizes de sua vida, teve um toque de tristeza por uma perda familiar.

Leia também:

"Ontem recebi a notícia mais difícil que já tive. Minha mãe me disse que meu avô faleceu. Ele viajou o mundo me vendo jogar desde que comecei a jogar pelo Liverpool aos 6 anos de idade", confessou Neco Williams.

"Meu avô nunca me disse se eu jogava bem porque sempre insistia que eu deveria ser melhor a cada dia. É por isso que estou aqui hoje, então quero dedicar este jogo a ele. Sei que ele estará me observando lá de cima e que terá muito orgulho de mim", continuou o lateral do Nottingham.

Neco Williams terminou a declaração emocionada com um pedido: "Por favor, valorize aqueles de vocês que têm entes queridos porque nunca se sabe quando eles podem partir."

Williams e o País de Gales voltam à campo na próxima sexta-feira (25), em busca do primeiro triunfo dos galeses, diante do Irã, às 7h00 (horário de Brasília), em jogo válido pela segunda rodada do grupo B da Copa do Catar.