Gabriel Menino explica tropeço do Palmeiras e não joga toalha pelo título brasileiro: ‘Faltou capricho’

·1 minuto de leitura


Após o Palmeiras empatar com o Juventude, em 1 a 1, na noite deste domingo, pela 23ª rodada do Brasileirão, o volante Gabriel Menino analisou o resultado obtido diante da equipe gaúcha no Allianz Parque e lamentou mais um tropeço jogando em casa. Apesar de ver o líder Atlético-MG aumentar para dez pontos a vantagem na tabela, o polivalente não jogou a toalha pelo título brasileiro:


+ ATUAÇÕES: Danilo se destaca, mas atacantes do Palmeiras decepcionam

– Acho que nada é impossível, a gente vai buscar até o fim, jogo a jogo. Não foi o que a gente queria, mas é focar no próximo jogo porque não acabou o campeonato ainda – completou o camisa 25.

Na visão de Menino, o Alviverde precisa aprimorar a finalização e também os passes no último terço do campo. Com Marcos Rocha suspenso para a final da Libertadores e Mayke lesionado por tempo indeterminado, o jovem atleta reiterou a importância de ter sequência e tempo para atuar no setor.

– Faltou um pouco de capricho no último passe e nas finalizações. Não criamos o esperado. Agradecer a Deus pela sequência. Estava esperando e Ele me deu. Trabalhar na semana, chegar nos jogos e fazer o que o professor manda. Agradecer a Deus e fazer uma ótima sequência até a final da Libertadores. – finalizou.

Com o empate, o Palmeiras ocupa a segunda posição no campeonato e viu o Galo se distanciar na classificação. Na próxima quarta-feira (6), o Verdão encara o América-MG, fora de casa, no estado Independência, às 21h30.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos