Gabriel Menino é afastado e recebe cuidados especiais do Palmeiras

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Gabriel Menino foi afastado dos gramados pela diretoria do Palmeiras sem previsão de retorno, devido a sua condição física, que segue parcialmente comprometida desde a reta final da última temporada. Conforme noticiado primeiramente pelo repórter Danilo Lavieri, do Uol, o jogador terá um período especial de recuperação supervisionado pelo departamento médico do clube.

>> ATUAÇÕES: Garçom, Scarpa brilha e é o melhor do Palmeiras no clássico

Na noite desta quinta-feira (6), o auxiliar técnico João Martins comentou sobre a situação do jovem, em coletiva de imprensa após a vitória sobre o Santos:

– O Gabriel necessitou de trabalhos especiais para resolver um problema que tinha no pé. Não tem prazo, ele trabalhou muito bem nos últimos dois dias, e o que nós vamos fazer é dar este trabalho porque a temporada é longa e precisamos de todos os jogadores a 100% – revelou o braço direito de Abel Ferreira.

A Cria da Academia sofreu uma entorse no tornozelo direito na partida contra o Coritiba no dia 17 de fevereiro, em partida válida pelo Brasileirão 2020. O atleta seguiu repetidamente acelerando o processo de retorno para poder auxiliar a equipe em partidas importantes, como na final da Copa do Brasil. Desde então, Menino convive com essa e outras micro lesões sem ter tido tempo para se recuperar totalmente.

Gabriel Menino lesão
Gabriel Menino lesão

Momento da lesão em jogo contra o Coxa (Foto: Reprodução)

O jogador chegou a tomar analgésicos para aliviar as dores das pequenas fraturas em algumas partidas. Além disso, sua capacidade técnica foi prejudicada a ponto de não conseguir realizar determinados movimentos, tais quais cobranças de faltas e escanteios.

Apesar deste contexto, a vontade de jogar e a importância da prata da casa para o grupo pesaram na hora de optar pela escalação em detrimento do descanso. Inclusive, sendo um dos atletas a ter recebido menos dias de folga durante o início da temporada. A consequência disso foi uma queda de rendimento e um agravamento da sua condição física, que já estava longe de ser ideal.

Avalia-se internamente no Palmeiras que o jogador foi forçado a uma sequência intensa demais nos últimos meses. Em virtude desses fatores, a diretoria, em conjunto com o Núcleo de Saúde e Performance, entendeu ser necessária a adaptação para um cronograma especial. O planejamento barra ele de entrar em campo enquanto não estiver 100% fisicamente, assim como Gabriel Veron, que também recebe cuidados especiais para dar fim à sequência de múltiplas lesões musculares.

Foi dito a Menino pela diretoria e comissão que o tempo de paralisação não impactará em prejuízos a ele e, portanto, o jovem pode se recuperar com tranquilidade, também na parte psicológica. Desta forma, Abel Ferreira não pensa em contar com o atleta nos próximos jogos.