Gabriel lamenta ausência, mas quer ficar “zerado” após folga

O volante Gabriel, autor do segundo gol do Corinthians na vitória por 2 a 0 sobre o Luverdense, na noite da última quinta-feira, é o único desfalque certo da equipe para encarar a Ponte Preta, neste domingo, às 16h (de Brasília), no estádio Moisés Lucarelli. Natural de Campinas, o meio-campista lamentou a ausência, primeira do ano, justamente no jogo em sua terra natal, mas quer aproveitar a rara folga para descansar bastante.

“Fico um pouco chateado porque sou de Campinas, nasci lá e não vou poder jogar contra a Ponte. Mas faz parte, vou tirar proveito para descansar e chegar zerado nas próximas partidas”, comentou o meio-campista durante o desembarque realizado pela delegação alvinegra na tarde desta sexta-feira, no aeroporto de Congonhas, em São Paulo.

O time que vai a campo, porém, ainda é um mistério. Como o técnico Fábio Carille terá apenas um treino entre a partida contra o Luverdense e o duelo frente à Macaca, neste sábado, no CT Joaquim Grava, ainda não se sabe quão reserva será o time que o comandante levará a campo.

“Eu não vou porque estou suspenso. Os outros jogadores eu não sei, vai depender do Carille e da parte física também. Quem entrar em campo vai entrar com força total para continuar essa sequência de vitórias e não perder a identidade. Vamos continuar dando força e dando moral”, prometeu o jogador.

Contente pelos resultados apresentados pelo clube, que só perdeu uma partida nos dez primeiros jogos do ano e lidera o Grupo A do Campeonato Paulista, o ex-jogador do Palmeiras disse já esperar o bom início do Timão, mesmo tratando-se de uma equipe que terminou 2016 sem passar confiança aos seus torcedores.

“O Corinthians vai evoluindo a cada dia, é normal acontecer no início do ano. Carille vem continuando com a equipe que vem jogando, cada um que entrar vai fazer a equipe ficar melhor, o grupo está bem concentrado e fechado para conquistar coisas grandes nesse ano”, concluiu Gabriel.