Gabriel Jesus pede passagem para ser titular do Manchester City

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - o atacante Gabriel Jesus, do Manchester City, disse que está pronto para voltar a ser titular depois de ficar dois meses parado por causa de uma lesão no pé direito.

O brasileiro retornou aos gramados nesta quinta-feira (27), no clássico contra o Manchester United, pelo Campeonato Inglês, mas começou no banco de reservas. Ele entrou em campo aos 40 minutos do segundo tempo, chegou a fazer gol, mas estava em posição de impedimento.

Perguntado se estava bem para começar como titular a partida contra o Middlesbrough, no próximo domingo (30), fora de casa, pela 35ª rodada do Campeonato Inglês, ele não hesitou em responder positivamente.

"Sim, sim. Eu me sinto muito bem e em forma. Eu joguei apenas dez minutos [contra o Manchester United], mas estou bem fisicamente, fazendo os ajustes muito bem", disse o atacante, que afirmou ainda estar triste pelo empate por 0 a 0 com o arquirrival Manchester United, mas feliz pela oportunidade de ter marcado um gol, apesar de não ter sido validado pela arbitragem.

"É muito bom voltar sabendo que eu posso fazer gols. Isso me dá muita confiança para os próximos jogos. Eu sei que posso continuar fazendo o que vinha fazendo antes e o que mais gosto, que é jogar. Agora devo continuar treinando", disse.

O Manchester City ocupa a quarta colocação no Campeonato Inglês, com 65 pontos. Fora da briga pelo título, o time tenta assegurar uma vaga na próxima edição da Liga dos Campeões. Apenas os quatro primeiros se classificam

AGUERO

A ascensão de Gabriel Jesus no Manchester City foi tão rápida que até mesmo o seu principal concorrente por uma vaga, o argentino Sérgio Aguero, admite que, em pouco tempo, perderá a vaga para o brasileiro. Em declarações publicadas pelo tabloide inglês The Sun, o ex-jogador do Atlético de Madri reconheceu que terá de abrir espaço para o companheiro.

"É claro que o Gabriel é um jovem com muito futuro. É por isso que está no City. E eu sei também que está chegando o tempo que eu terei de dar um passo para o lado de deixá-lo passar", afirmou.

A análise vem um dia depois da volta de Jesus aos campos: ele atuou por poucos minutos no clássico de Manchester, que terminou empatado. O brasileiro levou um cartão amarelo e teve um gol anulado por impedimento.

Aguero passou em branco, mas aproveitou o período em que o brasileiro ficou afastado. Enquanto Gabriel Jesus se recuperava de uma lesão no dedinho do pé direito, o argentino marcou 12 gols em 13 jogos – incluindo uma sequência de seis jogos seguidos balançando as redes. "Quando você chega a uma certa idade, começa a sentir a pressão que os jogadores mais jovens fazem. É aí que você precisa encontrar maneiras de ser ainda melhor", explicou.