Gabriel Jesus comenta convocação para a Seleção: 'Tentando fazer o que está ao meu alcance'

Gabriel Jesus irá disputar sua segunda Copa do Mundo (ADRIAN DENNIS / AFP)


Alguns jogadores nem devem dormir com a expectativa de serem chamados para a Copa do Mundo do Qatar, nesta segunda-feira, pelo técnico Tite. Mesmo aqueles que já tiveram a experiência de representar a Seleção Brasileira em um Mundial estão nervosos, como é o caso de Gabriel Jesus, que prevê um dia de muita emoção.


> Veja quem pode aparecer na lista da Seleção para Copa do Mundo
> Veja a tabela da Copa do Mundo-2022 clicando aqui

O brasileiro é um dos principais nomes da "Era Tite" na Seleção e esteve como grande esperança na Copa da Rússia, em 2018. Apesar de não ter sido um desempenho conforme todos esperavam, ele está próximo de disputar outro Mundial e o nervosismo é o mesmo.

- Como em todas as convocações, eu fico nervoso. Sendo Copa do Mundo... Tive o prazer e a honra de disputar uma. Eu lembro como se fosse hoje o momento em que vi a convocação no ônibus, era tempo de comemorar um título. Quando ouvi meu nome... Óbvio que naquele tempo era diferente do que é hoje, mas me emocionei muito. Amanhã vai ser mais um dia de muita emoção - disse o camisa 9 do Arsenal em entrevista para a ESPN.

Depois de um ótimo início de temporada nos Gunners, Jesus completou nove jogos seguidos sem marcar gols. Ele acabou passando em branco na vitória de seu time por 1 a 0 sobre o Chelsea no clássico londrino. Na expectativa para ser convocado, ele acredita que tudo o que foi possível fazer, ele fez para mostrar seu trabalho.

- O que está no meu alcance estou tentando fazer. Trabalhando forte, como sempre. Óbvio que independente de qualquer coisa, vou torcer sempre para o nosso Brasil ganhar em todas as competições, todos os esportes - garantiu o atacante para ESPN.

Aos 25 anos, Gabriel Jesus tem 56 jogos pela Seleção Brasileira (todos com Tite) e 19 gols marcados. No período ele conquistou um Copa América (2019) e foi vice-campeão na outra, em 2021.