Gabriel diz estar fazendo o máximo para voltar melhor ao Corinthians


O volante Gabriel foi o entrevistado do programa "Jogo Aberto", da Band, nesta quarta-feira. Como não poderia deixar de ser, o jogador do Corinthians foi perguntado sobre o que tem feito durante o período de isolamento por conta do coronavírus. Entre as respostas, ele falou da falta que faz o futebol, do tempo que tem usado para analisar falhas do time a fim de retornar melhor, e da expectativa pela volta do campeonato alemão, neste sábado.

Há 59 dias sem um jogo do Timão, não é só o torcedor que sente abstinência do dia a dia agitado do clube. Os jogadores, apesar da rotina de viagens, concentração, treinos e pressão, acabam sentindo falta desses elementos, que não podem voltar neste momento. Gabriel é um desses que não vê a hora de retomar as atividades cotidianas e poder sentir a Arena lotada.

- Acho que é do futebol (que mais sente falta), com certeza, até pelas viagens, pela rotina que a gente tem de jogos, aeroporto, do carinho da torcida, daquela loucura que a gente sempre fala. É cansativo, mas é o que a gente sente falta. Nós somos movidos a isso, essa vida corrida, e eu estou sentindo muita falta disso, das viagens, de jogos, de entrar na Arena, de ver aquele estádio lotado para poder começar um jogo, aquele frio na barriga que dá em todas as partidas... Vamos torcer para que passe rápido essa situação e que nós possamos estar seguros para voltar a fazer o que a gente mais ama, que é jogar futebol - declarou o meio-campista corintiano.



Enquanto isso, Gabriel tem treinado firme em sua casa seguindo as orientações da comissão técnica do clube e dos preparadores físicos, mas não é só do corpo que ele tem cuidado, a mente também tem sido trabalhada, fazendo avaliações de erros que o time cometeu na primeira parte da temporada para que na volta eles não sejam repetidos nas competições seguintes.

- Eu tenho falado, falei com o Tiago algumas vezes nesses dias, também com a preparação física, com a fisioterapia do clube, eu estou procurando treinar bastante, procurando ver as falhas que tivemos para poder voltar melhor do que paramos. Isso a gente sempre tem que tentar tirar por um lado positivo, eu estou bem concentrado nisso, focado para voltar bem, lógico que a parte física em casa não é a mesma coisa que você está no clube, trabalhando com profissionais todos os dias, até mesmo em estrutura de academia, de campo, de tudo, mas eu estou tentando fazer o máximo para poder voltar o mais perto de jogar uma partida de futebol - comentou.

E para amenizar essa abstinência de futebol, Gabriel tem um programa marcado na agenda neste sábado pela manhã, já que é a data que marcará o retorno do campeonato alemão, após um longo período de afastamento. Ele ficará ligado nas partidas para tentar entender em que nível os jogadores estarão neste retorno tanto aguardado em todo o mundo.

- Estou procurando assistir jogos antigos, a gente fica até meio doido da cabeça nesse momento, e 10h30, sábado, vou estar ligado para assistir o jogo, até porque não só nós, o mundo vai estar ligado nessa partida, porque vai ser uma retomada do futebol mundial, vai ser muito importante para nós, ainda mais para nós que vivemos o futebol dentro de campo, então eu não vejo a hora de começar esse jogo para ver em que nível vai voltar o futebol, vai ser bem interessante. Hoje eu estava assistindo a televisão de manhã e vi que anunciou as partidas, a volta do campeonato alemão e eu estou bem ansioso para assistir esses jogos também - concluiu.






Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também