Gabriel afirma que o Corinthians 'perdeu força na reta final' do Brasileirão

Fábio Lázaro
·2 minuto de leitura


Cada vez mais distante da última vaga na pré-Libertadores, com o empate em 0 a 0 contra o Vasco, neste domingo (21), na Neo Química Arena, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Corinthians chegou ao quarto jogo sem vitórias pela competição.

De acordo com o volante Gabriel, que era dúvida para o duelo diante do Cruz-Maltino, por conta de uma lesão na coxa, mas foi titular, atuando os 90 minutos, inclusive, o time perdeu forças na reta final do Brasileirão.

>> Veja a tabela do Brasileirão e simule os próximos jogos

- Acredito que a equipe vai crescer sim, a perna pesou um pouco, perdemos força na reta final, mas vamos melhorar para não acontecer mais - disse o meia à TV Globo ao fim da partida.

Segundo o camisa 5, o elenco corintiano tentou repetir o feito do Paulistão, onde o time estava praticamente eliminado na primeira fase, precisando vencer as duas últimas rodadas e dependendo de uma combinação de resultados que aconteceu. Na ocasião, o time de Parque São Jorge chegou até a final do torneio, quando foi derrotado pelo Palmeiras, nos pênaltis.

Na última rodada, que será disputada nesta quinta-feira (25), às 21h30, o Timão enfrenta o vice-líder, Internacional, no Beira Rio, em Porto Alegre. O Colorado chega a última partida do Brasileirão precisando vencer para e torcer para um tropeço do Flamengo para voltar a ser campeão nacional depois de 41 anos.

- Sabíamos que ia ser duro pela situação do Vasco, até nossa tentando uma classificação heroica, como foi no Paulistão, mas hoje não conseguimos, temos que melhorar, por a cabeça no lugar, trabalhar mais e tentar fazer um grande jogo na última rodada contra o Inter - afirmou Gabriel.

O Corinthians chega a 38ª rodada do Brasileiro na décima colocação, com 50 pontos, três a menos que o Santos, oitavo colocado, e atual detentor da última vaga para a fase preliminar da Libertadores. As chances remotas do Timão beliscar a classificação passa por uma vitória contra o Inter, além das derrotas do Peixe, tanto na última rodada, quanto ainda neste domingo (21), contra o Fluminense, em jogo iniciado às 18h15. Além disso, os corintianos precisam torcer contra o Athletico-PR, nono colocado, que tem os mesmos 53 pontos dos santistas.

Caso a combinação de resultados necessárias ao Corinthians aconteça, o clube ainda terá que tirar três gols de diferença do Alvinegro Praiano e um do Furacão, com o saldo definindo o último Brasileiro promovido à principal competição sul-americana.