Gabigol, do Flamengo, fala pela primeira vez sobre flagrante em cassino: 'Faltou sensibilidade'

LANCE!
·1 minuto de leitura


O atacante do Flamengo Gabigol falou sobre o caso onde ele foi flagrado em um cassino, na madrugada deste domingo, em São Paulo. Segundo agentes da polícia, mais de 200 estavam em evento com aglomeração. Em entrevista, o artilheiro do time carioca revelou que tinha ido jantar com amigos, disse não ser fã de cassinos e vê que faltou sensibilidade da parte dele.

+ Veja a tabela do Cariocão 2021

- Não tenho costume de ir a cassino, a única coisa que eu jogo é videogame. Estava com meus amigos, fomos comer. Quando estava indo embora, a polícia chegou mandando todo mundo ir para o chão. Faltou sensibilidade da minha parte. Era meu último dia de férias, e estava feliz de estar com meus amigos. Faltou sensibilidade. Mas usei máscara, álcool gel... Quando percebi que tinha um pouquinho mais de gente, estava indo embora - disse ele ao ge.globo.

Gabigol, que se reapresentará ao Flamengo nesta segunda-feira para o retorno do elenco principal, e todos os outros cidadãos presentes no local foram levados pelos agentes do estado e assinaram um termo se comprometendo a prestar depoimento futuramente. O atleta também foi liberado. Artilheiro do Rubro-Negro, Gabi já havia compartilhado algumas fotos no Instagram com amigos em São Paulo.

Além disso, a operação inicialmente era para combater festas clandestinas em São Paulo, não o estouro de um salão de jogos ilegais. Gabigol estava escondido em uma das mesas do cassino quando foi encontrado pela polícia.

Gabigol flagrado em Cassino
Gabigol flagrado em Cassino

Gabigol estava em cassino que foi fechado por agentes (Divulgação/ Polícia SP)