Gabigol celebra retorno, mas lamenta mais uma goleada sofrida pelo Flamengo: 'Não é aceitável'

LANCE!
·1 minuto de leitura


O Flamengo teve mais uma partida para esquecer. Neste domingo, o Rubro-Negro foi goleado pelo Atlético-MG por 4 a 0 e desperdiçou mais uma oportunidade de assumir a liderança do Campeonato Brasileiro. No meio desse cenário desastroso, uma boa notícia: Gabriel Barbosa entrou no segundo tempo e voltou a atuar após 38 dias longe dos gramados.

Em entrevista ao canal Premiere ainda no gramado, o atacante reconheceu a superioridade do adversário na partida e a necessidade de ajustes no time do Flamengo. Além disso, Gabriel destacou a importância de girar a chave e se preparar para o confronto da próximo quarta-feira, diante do São Paulo, pela Copa do Brasil.

- Realmente, o jogo não foi favorável a nós em nenhum momento. Eles foram superiores. Creio que nós precisamos melhorar bastante, não é aceitável essa camisa aqui passar por isso. Mas também creio que a gente tem um grande elenco, uma grande torcida e uma decisão na quarta, que precisamos do apoio deles.

A última partida de Gabigol havia sido em 30 de setembro, na vitória de 4 a 0 sobre o Indenpendiente del Valle. Na ocasião, o atacante sofreu uma grave entorse no tornozelo, que o tirou dos últimos 11 compromissos do Flamengo. Na entrevista, Gabriel não escondeu a alegria de voltar aos gramados e agradeceu o apoio recebido durante o período da lesão.

- Muito feliz pelo retorno. Foi um momento difícil da minha carreira. Aproveitar para agradecer meus amigos, o pessoal do Flamengo e a torcida.

Com Gabigol à disposição, o Flamengo volta a campo na próxima quarta-feira, às 21h30 (horário de Brasília), para enfrentar o São Paulo, no Maracanã. A partida é válida pela ida das quartas de final da Copa do Brasil, enquanto a volta será disputada na semana seguinte.