Gabigol celebra noite de recorde pelo Flamengo no Maracanã

Na onda do Fla, audiência de emissoras esportivas de TVs por assinatura aumentou (Alexandre Vidal / Flamengo)
Na onda do Fla, audiência de emissoras esportivas de TVs por assinatura aumentou (Alexandre Vidal / Flamengo)


Em mais uma noite inspirada, na vitória do Flamengo por 3 a 1 sobre o Bahia, neste domingo, Gabigol não só balançou as redes novamente, como também igualou recordes. O primeiro foi se igualar a Zico, ao marcar 21 gols em uma mesma edição de Campeonato Brasileiro. Além disso chegou 27 gols em uma mesma temporada e passou Hernane como artilheiro do século no Rubro-Negro. Após a partida, o jogador não escondeu a felicidade de atingir tal feito.

- Meu maior medo é ser o atacante que depende do gol. Graças a Deus eu não dependo só do gol. Eu tento ser mais do que isso. E igualar uma marca do Zico com apenas 23 anos não tem nem o que falar. Não tenho palavras para expressar isso - disse.

No Maracanã, foi possível escutar os primeiros gritos de 'É campeão', por parte da torcida do Flamengo. De fato, o Flamengo está muito perto do título brasileiro, mas Gabigol procura manter os pés no chão e pensar na próxima partida, no clássico contra o Vasco, nesta quarta.

- A gente deixa essa festa pro torcedor que é o papel dele. A gente tem de pensar no próximo jogo porquê quarta-feira já tem um clássico e vai ser um jogo difícil. O Palmeiras também está ganhando os jogos, apesar do empate ontem (sábado). Faltam poucas rodadas e vamos pensar jogo após jogo - completou.


Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também