Futsal: Corinthians goleia Araraquara em segundo amistoso

Apesar dos seis gols, o ala Johnny e treinador Bié ressaltaram pontos que a equipe precisa evoluir para a temporada

A goleada do Corinthians por 6 a 1 diante do estreante na Liga Paulista,Araraquara, não deixou o ala Johnny e o técnico André Bié completamente satisfeitos. Os gols do Corinthians foram marcados por Edson, Gleidson, Meira, Lucão, Garrincha e Douglas. A partida amistosa é o segundo confronto do Timão na preparação para a disputa da Taça Brasil.

Apesar da vitória elástica, Johnny acredita que a equipe de Parque São Jorge precisa afinar alguns aspectos dentro de quadra, como não deixar de ser ofensivo em nenhum momento do jogo.

- Foi o que o Bié (treinador) nos pediu, para que não baixássemos a guarda. Porém foi um jogo truncado, Araraquara veio marcando meia quadra, nós tentamos fazer as entradas que vínhamos treinando durante as semanas, ainda acho que falta muito, mais entrosamento, a gente e conhecer um pouco mais em quadra e que as ações fluam com mais facilidade em quadra e que possamos ter esse padrão de jogo que o Bié nos pede.

Johnny acredita que o duelo com Araraquara foi inferior do que no primeiro amistoso na temporada.

- Hoje não foi um jogo tão bom quanto contra a AABB, eles nos obrigaram a jogar mais, hoje não. A AABB subiu a marcação, não ficou só atrás como Araraquara, que é uma equipe nova, com muitos juvenis e vieram com essa proposta de marcar meia quadra e nós acabamos não conseguindo furar muito a defesa deles. Mas o que fica de hoje é que buscamos fazer as nossas marcações e com o decorrer dos dias isso será uma ação natural.

O técnico André Bié também quer que sua equipe mantenha o espírito aguerrido diante de qualquer adversário, com maior ou menor resistência e que o placar, neste caso, foi secundário.

- Eu não estou analisando o placar nessa fase, mas sim o desenho do jogo, daquilo que queremos para a nossa equipe jogar. Como o placar ficou elástico, acabou perdendo intensidade e quando isso acontece, perde o objetivo que queremos para esses jogos que é de preparar para a Taça Brasil. Poderíamos ter tido uma melhor intensidade em toda a partida. Temos que chegar na Taça Brasil preparados.

Bié pode testar também novas formações ao longo do duelo.

- Aqui eu troquei quatro quartetos, o que em um jogo normal não conseguiria e isso foi positivo. Mas temos sempre o que melhorar e acrescentar e não podemos, em nenhum momento, baixar a guarda. Nesse momento estou analisando o comportamento da minha equipe. Minha equipe tem de ser agressiva o tempo todo, eu quero uma equipe muito agressiva, independente se o adversário ofereça resistência ou não.

A equipe corintiana volta a jogar na terça-feira contra o Yoka, ás 16h, no Ginásio Wlamir Marques, no Parque São Jorge. Será o último teste da equipe para a disputa da Taça Brasil. A equipe alvinegra viaja no próximo sábado, dia 11, para Francisco Beltrão, local da competição.

















E MAIS: