Futebol para todos: Clubes brasileiros se manifestam no Dia Internacional contra a Homofobia

Nathália Almeida

No dia 17 de maio de 1990, a homossexualidade foi excluída da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde, feita pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Há menos de 30 anos, portanto, ser homossexual deixou de ser considerado mundialmente como um 'distúrbio clínico', algo fundamental para o avanço na conquistas de direitos e equidade para este grupo de pessoas


Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Já segue a gente no Instagram? Clique aqui e venha para a Casa dos Torcedores!

​​Desde então, celebra-se o dia 17 de maio como o Dia Internacional da Luta contra a Homofobia, que tem como objetivo principal a conscientização coletiva pela erradicação do preconceito e discriminação contra homossexuais, bissexuais e transsexuais. 


Dentre os espaços considerados mais austeros para a comunidade LGBT, o esporte sem dúvida é um dos mais violentos, tanto para atletas homossexuais ou mesmo para torcedores. Tentando tornar a arquibancada e os vestiários mais democráticos, alguns clubes do futebol brasileiro não deixaram este dia 17 de maio passar em branco, se manifestando em solidariedade à luta por igualdade e respeito. Confira:

​​

​​

​​

​​

Leia também