Futebol inglês entra firme contra o racismo: multa de R$ 300 mil e gancho pesado para goleiro

Goal.com
Por ato racista, Kiko Casilla vai perder a maior parte dos jogos restantes da segunda divisão inglesa
Por ato racista, Kiko Casilla vai perder a maior parte dos jogos restantes da segunda divisão inglesa

O goleiro ex-Real Madrid, Kiko Casilla foi suspenso por oito jogos por ter cometido atos racistas contra um jogador do Charlton.

A FA (Federação Inglesa) considerou o goleiro de 33 anos, que hoje joga pelo Leeds United, foi racista contra Jonathan Leko, na derrota para o Charlton por 1x0.

Casilla negou ter sido racista, mas as acusações foram provadas por uma comissão reguladora independente e o ex-merengue vai perder oitos dos 11 jogos restantes na temporada inglesa, além de ter que atender à aulas de reeducação e pagar uma multa de £ 60 mil (cerca de R$ 336 mil).

O Leeds emitiu uma nota oficial na qual aceita a decisão, mas que reforça a posição de Casilla ao se dizer inocente. "Gostaríamos de deixar claro que não toleramos nenhuma forma de discriminação dentro do nosso clube de futebol e que somos um líder na luta contra a discriminação dentro da nossa comunidade mais ampla", escreveu o clube em uma declaração publicada no seu site oficial. No entanto, é importante reconhecer que Kiko sempre negou fazer qualquer comentário racista".

A condenação é reflexo de um esforço por parte da Federação de acabar com os atos racistas em suas competições. 

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também