Futebol feminino do Vasco convive com problemas e salários atrasados; clube informa que busca soluções

·1 min de leitura


O Vasco se posicionou depois de uma série de denúncias sobre a atual situação do futebol feminino do clube. De acordo com a nota divulgada, a direção do Cruz-Maltino busca soluções para regularizar a situação o mais rápido possível. Neste sentido, o clube tenta fazer com que a categoria se torne autossuficiente financeiramente. A reapresentação do elenco está prevista para o dia 17 de janeiro.

Vale destacar que os problemas no departamento são inúmeros e afetam diretamente na montagem do elenco para a temporada 2022. Nas últimas semanas, destaques do time no último ano deixaram o clube como: Bebel, Anny e Dani Barão. Três meses de salários atrasados, corte na alimentação e falta de uniformes são os principais problemas apontados.

+ Vasco anuncia mais duas contratações; confira saídas, chegadas e sondagens para 2022

Com isso, o clube tem buscado soluções para valorizar a categoria, uma promessa da campanha do presidente Jorge Salgado. No ano passado, o clube anunciou um Centro de Treinamento exclusivo para o futebol feminino, em parceria com a Prefeitura de Duque de Caxias.

Entre essas medidas, o Vasco tenta aumentar os investimentos em projetos incentivados com planos de marketing específicos. Além de patrocinadores exclusivos e produtos licenciados. Em 2021, o clube chegou a anunciar uma parceria com a Ambev, mas o cenário atual é bem diferente com a precariedade da categoria.

Confira o posicionamento do Vasco sobre os problemas do futebol feminino

O clube informa que tem trabalhado incansavelmente em busca de uma solução para regularizar a situação o mais rápido possível. O Vasco informa ainda que na apresentação das jogadoras ainda em Janeiro, já estarão encaminhadas soluções para os problemas relacionados à alimentação e aos uniformes das equipes femininas de treino e jogo. Importante também ressaltar que em 2021 o clube batalhou junto à prefeitura de Caxias para que as meninas voltassem a treinar na Vila Olímpica, além de receberem suplementação. A partir de agora vão contar também com nutricionista exclusivo para a modalidade e coach esportivo. O Departamento de Futebol Feminino informa, ainda, que várias iniciativas de curto prazo estão em curso para garantir que a modalidade se torne não apenas autossuficiente financeiramente, mas que possa aumentar seus investimentos através de projeto incentivados, plano de marketing específicos para patrocinadores exclusivos e produtos licenciados.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos