Futebol dos Streamers teve vitória do Time brTT e arrecadou cerca de R$20 mil para projeto social

Gabriel Reis
Futebol dos Streamers reuniu a comunidade em prol de um bem social (Foto: Bruno Alvares)
Futebol dos Streamers reuniu a comunidade em prol de um bem social (Foto: Bruno Alvares)

A primeira edição do Futebol dos Streamers aconteceu no último domingo (24) e terminou com o Time brTT vencendo o Time YoDa por 6×5 nos pênaltis. A disputa contou até com a participação das técnicas Giuliana “Caju” e Camila “Camilota XP”, que se mostraram multifuncionais e ajudaram suas equipes no momento decisivo do jogo.

A pelada, que foi transmitida ao vivo no canal do YoDa na Twitch, teve um pico de 131 mil espectadores simultâneos e contou com mais de 319 mil espectadores únicos.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Em doações, foram arrecadados cerca de R$20 mil, que serão destinados para o projeto social YoGamers do Bem, obra da SehLoiro, empresa do jogador profissional e streamer Felipe “YoDa”.

“Queria agradecer a todos os streamers e à nossa comunidade, que abraçaram o futebol dos streamers e a causa social. Muitos fizeram esse dia ser especial e inesquecível para o nosso cenário. Como sempre falo, o jogo transformou minha vida, e quero ajudar outras pessoas a alcançarem seus sonhos. Acredito que todo mundo pôde se divertir, em campo e pela transmissão. Espero que seja o primeiro de muitos”, disse YoDa.

Grandes nomes do cenário entraram em campo em prol de uma boa causa. Embora a maioria estivesse fora de forma, foi possível ver um bom futebol por parte de alguns deles. Responsável pela alavancada do Time YoDa, o streamer Ookina foi eleito pelo chat – que exerceu o papel do VAR – como o “craque do jogo”, enquanto do outro lado, o capitão brTT liderou a virada da sua equipe no tempo regular. O “pai”, torcedor nato do Flamengo, até aproveitou o momento para comemorar à la Gabigol.

brTT após marcar no Futebol dos Streamers (Foto: Bruno Alvares)
brTT após marcar no Futebol dos Streamers (Foto: Bruno Alvares)

A narração e os comentários do primeiro tempo foram de responsabilidade da dupla Axt e Jovirone, que no segundo tempo entraram em campo para substituir YoDa e Xabula, que assumiram a bancada de transmissão. A função de repórter de campo foi exercida por Samira Close, enquanto o apito ficou nas mãos do Anão Chave.

O evento ainda contou com o apoio da HyperX, que além de premiar os jogadores, também reservou prêmios para os doadores que mais ajudaram com a causa.

“Foi muito legal ver o empenho de todos os participantes, que se doaram ao máximo em campo em prol de uma causa maior. Nossos parceiros também foram fundamentais para o sucesso do projeto. Com certeza, já estamos ansiosos para a próxima edição”, disse Adriana Noronha, COO da SehLoiro.

O dinheiro arrecadado será usado para melhorias nas estruturas da sala YoGamers do Bem, localizada no Aeroporto Internacional de Confins, em Belo Horizonte. O espaço foi desenvolvido em parceria com a Fundação Cultural Chico Xavier.

“Muitas crianças serão beneficiadas por meio do acesso ao conhecimento, do desenvolvimento pessoal e intelectual e de sua transformação por meio dos games”, continuou Adriana.

Leia também