Fluminense vence o River Plate e avança às oitavas da Libertadores

·4 minuto de leitura
Brazil's Fluminense Fred celebrates after Brazil's Fluminense Nene scored against Argentina's River Plate during their Copa Libertadores football tournament group stage match at the Monumental Stadium in Buenos Aires on May 25, 2021. (Photo by Juan Mabromata / POOL / AFP) (Photo by JUAN MABROMATA/POOL/AFP via Getty Images)
Fred foi o grande garçom da noite na Argentina (JUAN MABROMATA/POOL/AFP via Getty Images)

Com um primeiro tempo praticamente perfeito e tons dramáticos na segunda etapa, o Fluminense fez uma partida história para vencer o River Plate (ARG) por 3 a 1 no Monumental de Núñez e garantir a vaga nas oitavas de final da Libertadores. O Tricolor contou com gols de Caio Paulista, Nene e Yago Felipe, além de duas assistências de Fred, para sair com o resultado, enquanto Girotti diminuiu para os argentinos, que ainda tiveram um expulso.

>> Ouça o 'Segunda Bola', o podcast do Yahoo com Alexandre Praetzel e Jorge Nicola

Assim, o Tricolor termina na liderança do Grupo D, com 11 pontos. O River fica em segundo, com 9. O Junior Barranquilla, que só empatou com o Santa Fe, vai para a Sul-Americana. No próximo sábado, o Flu estreia no Campeonato Brasileiro e visita o São Paulo no Morumbi, às 21h. No meio da semana, a equipe faz o jogo de ida diante do Red Bull Bragantino na Copa do Brasil, no Maracanã.

Leia também:

EFICIENTE

Diferentemente do que vinha fazendo nos últimos jogos, o Fluminense iniciou bem na Argentina e foi para cima. Com as mudanças feitas por Roger Machado, optando por Caio Paulista e Gabriel Teixeira na frente e Egídio e Samuel Xavier nas laterais, a equipe conseguiu marcar mais alto e teve a posse de bola, fazendo pressão. Nino chegou com perigo, mas o River Plate respondeu rápido após bote errado no meio e milagre de Marcos Felipe. 

Mais contundente ofensivamente, a recompensa veio para o Tricolor. Aos 21 minutos, Samuel Xavier conseguiu o desarme, avançou no ataque e deu para Fred dar um passe açucarado para Caio Paulista abrir o placar.

MAIS UM

O Fluminense aproveitou o embalo e o bom momento para continuar pressionando. Foi novamente com um desarme que se iniciou a jogada do segundo gol. Aos 28 minutos, Gabriel Teixeira roubou a bola na intermediária e encontrou Fred, que deu mais uma assistência ao encontrar Nene, avançando pela esquerda. O meia nem precisou dominar, esperou quicar e soltou o chute de canhota para ampliar o marcador aproveitando o desvio antes de a bola morrer no fundo da rede de Armani.

UM A MAIS

Com a vantagem no placar, o Fluminense voltou para a segunda etapa com outra postura e o River Plate passou mais tempo com a bola no pé, pressionando. Mesmo sem ter o controle das ações, o time brasileiro se manteve focado e ligado na partida, ajudando a deixar o time da casa mais pilhado. Um dos exemplos foi na faixa dos 20 minutos. Primeiro, Matías Suárez deu um tapa no rosto de Luccas Claro, mas levou apenas o amarelo. No lance seguinte, Maidana deu uma cotovelada na altura do pescoço de Caio Paulista, recebendo o cartão vermelho.

DRAMA

Com um a mais, o técnico Roger Machado trouxe ao campo Luiz Henrique, Abel Hernández e Calegari para dar gás ao time e evitar riscos com os jogadores que já tinham amarelo. Mesmo aguerrido, o Tricolor sofreu com o River, que chegava com cada vez mais perigo e diminuiu aos 39 minutos. Logo depois das últimas alterações do Flu, com Cazares e Wellington, em jogada de linha de fundo, a bola foi cruzada na área e Girotti adiantou a marcação para colocar o 2 a 1 no placar e dar esperanças aos argentinos.

GIGANTE

Mesmo no sufoco, o Fluminense matou o jogo. Aos 46 minutos, Abel recebeu na entrada da área, segurou a bola e aguardou Yago Felipe passar pela esquerda. O volante recebeu, dominou e bateu na saída de Armani para garantir a vitória e a classificação às oitavas de final da Libertadores.

FICHA TÉCNICA
RIVER PLATE X FLUMINENSE

Data/Hora: 25/05/2021, às 19h15 (de Brasília)
Local: Monumental de Nuñez, Buenos Aires (ARG)
Árbitro: Esteban Ostojich (URU)
Assistentes: Nicolas Taran (URU) e Martin Soppi (URU)

Gols: Caio Paulista (21'/1ºT) (0-1), Nene (28'/1ºT) (0-2), Girotti (39'/2ºT) (1-2), Yago Felipe (46'/2ºT) (1-3)
Cartões amarelos: De La Cruz, Martinez, Suárez (RIV), Martinelli, Samuel Xavier, Caio Paulista (FLU)
Cartões vermelhos: Maidana (RIV)

RIVER PLATE: Armani; Lecanda (Robert Rojas - intervalo), Maidana, Martinez e Casco; Biafore Peña, Santiago Simon (Matías Suárez - intervalo), Carrascal (Palavecino - intervalo) e De La Cruz; Borré (Girotti - 27'/2ºT) e Alvarez. Técnico: Marcelo Gallardo.

FLUMINENSE: Marcos Felipe; Samuel Xavier (Calegari - 30'/2ºT), Nino, Luccas Claro e Egídio; Yago Felipe, Martinelli (Wellington - 38'/2ºT) e Nenê (Cazares - 38'/2ºT); Gabriel Teixeira, Fred (Abel Hernández - 28'/2ºT) e Caio Paulista (Luiz Henrique - 28'/2ºT). Técnico: Roger Machado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos