Fred e Cruzeiro tentam novo acordo judicial em briga que se arrasta desde fevereiro deste ano

Valinor Conteúdo
·1 minuto de leitura


Em disputa na Justiça do Trabalho Cruzeiro e o atacante Fred, atualmente no Fluminense, tiveram mais uma audiência para tentar uma conciliação, porém, outra vez sem sucesso. As duas partes terão mais uma chance na quinta-feira, 19 de novembro em encontro virtual.

Fred acionou o Cruzeiro em fevereiro, quando o atacante cobrando uma dívida de R$ 78 milhões e solicitando a rescisão do contrato de forma indireta para poder acertar com outra equipe. A rescisão foi deferida, com o centroavante acertando com o Flu pouco tempo depois do começo do processo judicial.

Na ação, Fred cobra atrasos salariais, R$ 50 milhões de multa pela quebra contratual que, para a defesa do jogador, aconteceu pela falta de pontualidade do clube no pagamento dos vencimentos dos atletas. O valor total pode superar os R$ 78 milhões.

O Cruzeiro reagiu e tentou derrubar a liminar de Fred para se livrar da cláusula compensatória de R$ 50 milhões. Os R$ 78 milhões são a soma das cobranças do jogador com o que ele teria direito a receber nas rescisão, mais a cláusula compensatória prevista no seu contrato com a Raposa.

Ainda há outra ação em que Fred pleiteia R$ 2,49 milhões em direitos de imagem do Cruzeiro, que foi decidida, em primeira instância, a favor do atacante, no valor de R$ 3.354.726,07, incluídos juros, correções e multas por atraso. O clube celeste pode recorrer ainda desta condenação.