Fred dá apoio a Maurício Souza, demitido do Minas após postagens homofóbicas: 'Que loucura'

·1 min de leitura


Após ser demitido do Minas Tênis Clube por postagens homofóbicas em suas redes sociais, Maurício Souza recebeu apoio de atletas de outros esportes, incluindo o atacante Fred, do Fluminense. O camisa 9, que se recupera de lesão no pé, estava fora da partida do clube, que perdeu para o Santos por 2 a 0 na Vila Belmiro nesta quarta-feira.

Em uma publicação de Maurício, Fred comentou: "Que loucura! Deus te abençoe!". Na postagem, o central comunicou que não atuava mais pelo Minas, fez agradecimentos e afirmou que segue o caminho "plantando o que acredito, meu legado continua! O que deixarei para meus filhos e netos é o que conta no final".

Veja a tabela do Brasileirão

​Tudo começou há cerca de uma semana, quando parte da torcida minastenista se manifestou dizendo ser contra as postagens com cunho homofóbico publicadas por Maurício Souza em suas redes sociais e que não se sentia representada pelo atleta.

Mauricio Souza Volei
Mauricio Souza Volei

Fred comentou na publicação de Maurício Souza (Foto: Reprodução / Instagram)

O Minas publicou um comunicado, na segunda-feira, dizendo ser um clube apartidário e contrário qualquer manifestação homofóbica, mas sem anunciar nenhuma punição ao central. Na terça-feira, os dois patrocinadores do time masculino do Minas – Fiat Automóveis e Geradau – soltaram comunicados exigindo uma atitude mais severa contra o jogador por parte do Minas.

Poucas horas depois, no início da noite de terça-feira, o clube mineiro anunciou que Maurício Souza seria afastado por tempo indeterminado, multado e que teria sido orientado a postar uma retratação. O jogador de desculpou em sua conta no Twitter. Nesta quarta, Maurício Souza publicou um vídeo no Instagram pedindo novamente desculpas por dizer o que acredita.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos