Fred cutuca Cruzeiro: “Faz dois anos que eles nem chegam na final”

Antes a torcida do Cruzeiro gritava: “Fred, guerreiro, volta pro Cruzeiro”. Isso, no entanto, ficou num passado muito distante. Defendendo as cores do Atlético-MG, o atacante aproveitou a aproximação do clássico válido pela final do Campeonato Mineiro, neste domingo, no Mineirão, para cutucar o maior rival e lembrar da ausência celeste nas últimas finais do torneio estadual.

O camisa 9 foi questionado sobre a pressão pelo Galo não vencer o Cruzeiro há dois anos (última vitória nas semifinais do Campeonato Mineiro de 2015, em abril), mas mudou o questionamento de lado e lembrou que a Raposa vive problemas para alcançar as decisões do torneio estadual.

“Fica (a pressão), mas a gente sabe que tem dois anos que eles nem chegam na final. Imagina as perguntas para eles lá. O Galo sempre chega, está ganhando sempre. A gente sabe que tem que ganhar. Torcedor quer sempre ganhar clássico. Joguei no Rio e lá tinha quatro times, não vivi isso. A cobrança é maior e vira um campeonato à parte, como Grêmio e Inter. Em São Paulo e no Rio é um pouco menor. Fica mais acirrado, tem mais cobrança, ainda mais para o torcedor. Perder para qualquer rival fica chato. Para nós e para eles”, destacou.

Fred é Mineiro, nascido em Teófilo Otoni, no interior de Minas Gerais. O jogador já vestiu a camisa dos três grandes da capital, América-MG, onde iniciou sua carreira, e Cruzeiro. Agora no Galo, ele sonha em poder conquistar seu primeiro Campeonato Mineiro como atleta profissional.

Leia mais:

Sóbis comemora final contra o Atlético: “dois anos fora é muito”

Marlone mira na decisão de domingo: “Estou focado no Mineiro”

Árbitro da final já gerou problemas para Atlético-MG e Cruzeiro no passado

“É um título que eu não tenho ainda. Sou mineiro, já disputei três campeonatos”, lembrou o atleta que entrou em campo nas edições de 2003 e 2004 pelo América e 2005 pelo Cruzeiro.

“Minha família toda é daqui, seria muito especial. Vou buscar muito esse título, que seria o meu primeiro com a camisa do Galo. A gente sabe da necessidade desse título para a gente, para nossa torcida, para o clube. Vai nos dar muita confiança para a sequência na temporada. A gente está bem confiante, prontos para fazer dois grandes jogos. Nada vai ser definido no primeiro jogo, mas esperamos dar um passo importante neste domingo e colocar a mão na taça no próximo domingo”, finalizou.