Fred analisa vitória do Fluminense e comenta relação com a torcida: 'Nossa paz está nas vitórias'

·4 min de leitura
Fred se isolou na artilharia da Copa do Brasil com 37 gols(Foto: Mailson Santana / Fluminense)


A noite foi marcada por emoções na estreia tricolor na Copa do Brasil. Nesta terça, o Fluminense venceu o Vila Nova de virada, por 3 a 2, em jogo válido pela terceira fase do torneio. Autor do gol que decidiu a vitória, Fred estufou a rede pela primeira vez na temporada e, com o feito, tornou-se o maior artilheiro isolado da história da competição. Contudo, mesmo atingindo a marca pessoal, o capitão não se mostrou satisfeito com o desempenho da equipe e elogiou a postura do time adversário.

>>> Veja quem foram os destaques da vitória do Fluminense contra o Vila Nova

- O Abel tem estratégia e passou para a gente. Nos primeiros minutos, acabamos sofrendo. Às vezes não sai do jeito que a gente quer, às vezes o adversário nos surpreende pela imposição. Eles vieram para jogar no contra-ataque, mas algumas vezes nos pressionaram. O Abel tá mesclando bastante, alternando situações de jogo, com dois ou três zagueiros, dois ou três atacantes… hoje jogamos com quatro atacantes. Estamos usando todas as estratégias para ganhar dentro e fora de casa, mas não dá para ganhar de qualquer jeito hoje. O futebol está muito difícil. Mas prefiro enaltecer o nosso segundo tempo porque foi uma virada muito boa - disse.

Fred também comentou as vaias que o time recebeu durante os 90 minutos e reforçou que o elenco não está em um lado oposto aos torcedores. O camisa 9 relatou que chegou a conversar com um tricolor que estava exaltado, mas destacou o apoio da torcida no segundo tempo.

- A gente tem noção de que a nossa torcida é exigente e está no direito dela. Eles são o coração do clube e a gente nunca vai para a rota de colisão com eles. Eu já cometi o erro de me desgastar e posso falar por experiência própria que não vale a pena. A nossa torcida é inteligente, e fica um aprendizado para os time e todos que foram ao estádio hoje. Primeiro é que se entrarmos da forma como fizemos no primeiro tempo, mesmo com a superioridade, a gente pode estar chamando a torcida contra a gente. Aprendemos isso, e temos que entrar mais fortes. O outro é que se a torcida tiver do nosso lado até o fim, a gente pode virar jogos como esse, na superação. Ouvi a torcida gritando o segundo tempo até o final. Sempre tentamos jogar da melhor forma, hoje tivemos dois machucados e ficamos com um a menos… Muito difícil. Viemos de uma vitória contra o Cuiabá, e sabemos que no Brasileiro é importante somar, então em seis dias foi Sul-Americana na Colômbia, depois em Cuiabá e dois dias e meio depois aqui. O que tentamos fazer é não entrar no automático porque tem vezes que só descansamos, não treinamos, entre um jogo e outro. A gente tem que se conscientizar e o que passamos serve de aprendizado. Iremos nos dedicar para deixar a torcida o mais feliz possível.

A poucos meses da aposentadoria, marcada para julho, Fred revelou que não será um passo fácil. Ainda assim, o ídolo afastou a ideia de continuar jogando e ressaltou que deseja passar mais tempo com a família, mas disse que nunca deixará de ter o espírito competitivo.

- Acho que sempre vou querer estar jogando e sofrer com o fim da minha carreira, ainda mais com essa relação que tenho com a torcida e o clube. Mas estou desfrutando os momentos de concentração, de treino, de vestiário e jogos… O momento que mais me estresso é nos jogos porque a nossa paz está nas vitórias. Mas estou convicto da minha parada como atleta e minha prioridade vai ser minha família. Saí de casa para jogar bola com 9 anos, então estou calejado e feliz, ainda mais com esse gol. Espero deixar o nosso time em uma situação boa para ganhar mais títulos neste ano. Mesmo desfrutando, não perdi a minha vontade de marcar gols, que é sempre importante para o centroavante. Isso está em mim, de competir e brigar pela vitória. Quando me aposentar, acho que vai ser isso com a bicicleta e outras coisas, porque o que nos dá alegria são as vitórias - finalizou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos