Ele abriu sua primeira assistência técnica com R$ 7 mil e hoje tem 120 franquias

Yahoo Finanças
Suporte Smart começou como empreendimento de R$ 7 mil e hoje possui 120 franqueados (Foto: Divulgação)
Suporte Smart começou como empreendimento de R$ 7 mil e hoje possui 120 franqueados (Foto: Divulgação)

Por Melissa Santos

Guylherme Ribeiro sempre trabalhou na área de vendas e, em 2010, com apenas 20 anos teve seu primeiro CNPJ. Com apenas R$ 7 mil que pediu emprestado ao pai, ele resolveu empreender e se aventurar no universo de tecnologia. E foi assim que ele abriu uma assistência técnica para aparelhos eletrônicos que hoje conta com 120 franqueados.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

SIGA O YAHOO FINANÇAS NO INSTAGRAM

Com apoio e ajuda de um amigo, Guylherme viajou para São Paulo para comprar peças de reposição para celulares. E assim montou sua primeira loja, ainda modesta, chamada Reicell. Para consertar os celulares, ele via tutoriais no Youtube e foi assim, aprendendo na prática, que a loja começou a crescer.

Leia também

Seis meses depois, ele conseguiu abrir a segunda loja. Depois, a terceira e a quarta. Tudo isso em menos de dois anos. "Sempre lembro que no primeiro dia de abertura, conseguimos vender 100 reais, o que para a gente significou muito, pois minha lógica foi: abrindo todos os dias, vou faturar 3 mil reais por mês. É muito grana!", relembra.

Reviravolta e solução

No entanto, o empresário seguia sem conhecimento da visão empresarial. Foi quando, em 2014, a loja enfrentou uma série de assaltos. "Foi um pesadelo porque vendias muitos acessórios e aparelhos e começamos a ficar visados pelos bandidos. Fomos assaltados seis vezes, sendo que em uma o bandido entrou atirando e minha mãe e esposa estavam na loja", conta.

Diante desse cenário, Guylherme não conseguia mais trabalhar em paz e voltou à internet para buscar uma opção em que não precisasse perder tudo que foi conquistado! "Foi quando descobri um grupo de empresários que iria para um workshop e mentoria em Dubai e na China. E foi a melhor coisa que eu fiz. Além de me conectar com outros empreendedores, também virei a minha chave no sentido de gestão", conta.

Quando retornou da viagem, o empreendedor estudou o mercado e apostou na abertura de uma importadora e distribuidora de peças para a revenda. "A distribuidora ficava no segundo andar, e o primeiro acabou ficando vazio. Foi aí que resolvi voltar às origens, mas com um posicionamento diferenciado! Criei uma loja só voltada para o público Apple nesse primeiro andar", fala.

A iService Soluções, que nasceu para ser um extra no faturamento, logo se tornou a principal fonte de renda do empreendedor. "Ninguém focava no público A e B, que queria um atendimento mais premium e personalizado. Foi então que começamos a fazer reparos nos produtos da Apple e, assim, resolvi o problema que tinha com assalto, já que não vendia e só consertava os equipamentos", fala.

O empresário conta que após um anúncio despretensioso em uma rádio de alcance nacional, o alcance explodiu. "A demanda cresceu demais, precisei contratar mais atendentes, mais técnicos, o faturamento dobrou. Enquanto isso a distribuidora foi decaindo, principalmente por causa da concorrência. E em cerca de um ano já tínhamos cinco unidades, sendo uma em um shopping, que era meu sonho como empresário", fala.

Mas Guylherme ainda não se considerava um especialista em vendas e gestão e entendia que para ter sucesso era preciso entender do mundo dos negócios, antes mesmo de conhecer o seu! Para isso, resolveu investir R$ 50 mil em cursos, livros e mentorias.

Todo domingo ele ia ao shopping para trabalhar na loja e ver a dor do cliente. E muitos deles começaram a elogiar a loja e falar de levar aquele tipo de serviço para a sua cidade. "Foi então que eu comecei a ter vontade de expandir ainda mais e franqueie a primeira unidade, só que com um novo nome: Suporte Smart", fala.

O início da expansão

Em 2017 foi lançada a primeira franquia e, ao todo, a rede conta com 20 lojas, entre próprias e franqueadas. No ano seguinte, eles começaram a enfrentar dificuldades para vender a franquia e foi quando Guylherme resolveu inovar mais uma vez com um delivery de assistência técnica de celulares.

A ideia veio de dentro da própria loja física da Suporte Smart. Guylherme começou a reparar que muitos clientes faziam o orçamento por telefone, falavam que iriam a loja, mas nunca apareciam. "Identifiquei que existia essa quebra na conversão porque os clientes procrastinavam. E aí pensei em levar o técnico até ele e resolver o problema na frente dele, sem taxa de visitação. Deu super certo e resolvi criar essa micro franquia", conta.

E assim nasceu o novo modelo de negócio que cabe dentro de uma mala. Com menos de R$ 5 mil reais é possível adquirir uma franquia e receber o kit maleta, com uniforme, crachá, cartão de visitas, ferramentas e acesso aos cursos de formação.

"Deu muito certo, pois todos estão com uma rotina atribulada e sem tempo! E os técnicos podem ir ao trabalho da pessoa ou até a casa uniformizados e carregando a maleta de equipamentos personalizada e entregar os aparelhos em até 40 minutos, nos casos de smartphones, e 2h para notebooks e tablets", afirma.

Ao todo, a Suporte Smart já conta com mais de 120 franqueados no formato de delivery e isso garante que eles estejam em todos os Estados brasileiros. Para usar o serviço é preciso entrar no site da rede, digitar seu CEP e, assim, localizar o técnico mais próximo para realizar a manutenção.

“Além do técnico arrumar o aparelho na frente do cliente, o que traz mais segurança na era em que estamos de vazar imagens, todos os nossos ajustes contam com um ano de garantia!”, finaliza.

Leia também