França, Espanha e Brasil dominam lista de indicados para prêmios de sindicato FIFPro

Reuters
Neymar e Kylian Mbappé em jogo do PSG contra o Angers 25/8/2018 REUTERS/Christian Hartmann

Neymar e Kylian Mbappé em jogo do PSG contra o Angers

Neymar e Kylian Mbappé em jogo do PSG contra o Angers 25/8/2018 REUTERS/Christian Hartmann

(Reuters) - A França, atual campeã do mundo, liderou a lista de jogadores indicados pelo sindicato internacional FIFPro para o prêmio World XI 2018 com oito atletas nomeados, um a mais que a Espanha e dois a mais que o Brasil.

Dez jogadores que foram nomeados para o World XI do ano passado, incluindo Cristiano Ronaldo e Lionel Messi, aparecem na lista deste ano, que tem o Real Madrid como o clube com o maior número de representantes, com 11 jogadores.

Dos 55 jogadores nomeados no total, 14 são de países da América Latina, sendo seis do Brasil, três do Uruguai, dois da Argentina e um cada de Colômbia, Chile e Costa Rica.

Entre as principais ausências da lista destacam-se o ponta Garteh Bale, do País de Gales, o goleiro francês Hugo Lloris, o atacante argentino Sergio Agüero e o atacante chileno Alexis Sánchez.

O egípcio Mohamed Salah e o senegalês Sadio Mané, ambos do Liverpool, são os únicos africanos presentes na lista.

Os escolhidos para o World XI serão anunciados em 24 de setembro, em Londres, na cerimônia dos prêmios The Best, da Fifa.

Veja a lista completa de indicados:

Goleiros (5): Gianluigi Buffon (Itália/Paris Saint-Germain/Juventus), Thibaut Courtois (Bélgica/Real Madrid/Chelsea), David De Gea (Espanha/Manchester United), Keylor Navas (Costa Rica/Real Madrid), Marc-Andre ter Stegen (Alemanha/Barcelona).

Defensores (20): Jordi Alba (Espanha/Barcelona), Daniel Carvajal (Espanha/Real Madrid), Giorgio Chiellini (Itália/Juventus), Dani Alves (Brasil/PSG), Diego Godín (Uruguai/Atlético de Madrid), Mats Hummels (Alemanha/Bayern de Munique), Joshua Kimmich (Alemanha/Bayern de Munique) Dejan Lovren (Croácia/Liverpool), Marcelo (Brasil/Real Madrid), Yerry Mina (Colômbia/Everton/Barcelona), Benjamin Pavard (França/Stuttgart), Gerard Piqué (Espanha/Barcelona), Sergio Ramos (Espanha/Real Madrid), Thiago Silva (Brasil/PSG), Kieran Trippier (Inglaterra/Tottenham Hotspur), Samuel Umtiti (França/Barcelona), Virgil van Dijk (Holanda/Liverpool), Raphael Varane (França/Real Madrid), Sime Vrsaljko (Croácia/Inter de Milão/Atlético de Madri), Kyle Walker (Inglaterra/Manchester City).

Meio-campistas (15): Sergio Busquets (Espanha/Barcelona), Casemiro (Brasil/Real Madrid), Philippe Coutinho (Brasil/Barcelona), Kevin De Bruyne (Bélgica/Manchester City), Eden Hazard (Bélgica, Chelsea), Andrés Iniesta (Espanha/Vissel Kobe/Barcelona), Isco (Espanha/Real Madrid), N'Golo Kanté (França/Chelsea), Nemanja Matic (Sérvia/Manchester United), Luka Modric (Croácia/Real Madrid), Paul Pogba (França/Manchester United), Ivan Rakitic (Croácia/Barcelona), David Silva (Espanha/Manchester City), Arturo Vidal (Chile/Barcelona/Bayern de Munique).

Atacantes (15): Karim Benzema (França/Real Madrid), Edinson Cavani (Uruguai/PSG), Cristiano Ronaldo (Portugal/Juventus/Real Madrid), Paulo Dybala (Argentina/Juventus), Antoine Griezmann (França/Atlético de Madri), Harry Kane (Inglaterra/Tottenham Hotspur), Robert Lewandowski (Polônia/Bayern de Munique), Romelu Lukaku (Bélgica/Manchester United), Mario Mandzukic (Croácia/Juventus), Sadio Mané (Senegal/Liverpool), Kylian Mbappé (França/PSG), Lionel Messi (Argentina/Barcelona), Neymar (Brasil/PSG), Mohamed Salah (Egito/Liverpool), Luis Suárez (Uruguai/Barcelona).

(Reportagem de Shrivathsa Sridhar)

Leia também