Fognini elimina Nishikori, atual vice-campeão, e pode reencontrar Nadal

Miami, 29 mar (EFE).- O italiano Fabio Fognini surpreendeu o japonês Kei Nishikori nesta quarta-feira, se tornou o primeiro semifinalista do Masters 1000 de Miami com uma vitória por 2 sets a 0, com parciais de 6-4 e 6-2, e pode voltar a jogar contra o espanhol Rafael Nadal, de quem foi carrasco em 2015.

Com intensidade menor do que lhe é peculiar, o tenista asiático, segundo cabeça de chave e atual vice-campeão na Flórida, foi presa fácil para o número 40 do mundo e foi derrotado em apenas 1h07min de partida.

Nishikori já havia recebido atendimento médico na coxa esquerda na véspera, quando bateu o argentino Federico Delbonis em três sets. Hoje, o físico pesou, e ele acabou eliminado.

Atento à fragilidade do adversário, Fognini acelerou o ritmo e abriu 5-2 no primeiro set. O quarto colocado do ranking da ATP ainda reagiu e diminuiu a desvantagem para 5-4, mas voltou a ter o serviço quebrado no décimo game e foi derrotado por 6-4.

O domínio do italiano foi ainda maior na segunda parcial, em que ele sacou para o jogo em 5-1. Nishikori ainda devolveu uma quebra, mas o tenista europeu se recuperou e fechou em 6-2.

Na segunda final de Masters 1000 da carreira, após ter estado entre os quatro melhores em Monte Carlo em 2013, Fognini jogará contra o vencedor do duelo entre o espanhol Rafael Nadal e o americano Jack Sock, que acontecerá ainda hoje.

O italiano leva a pior no confronto direto com Nadal, com três vitórias e sete derrotas, mas ficou marcado por ter batido o ex-número 1 do mundo de virada em 2015, no Rio Open, no ATP 500 de Barcelona e no US Open. EFE