Frágil na defesa e pobre no ataque, Vasco é derrotado pelo Avaí e segue travado na Série B do Brasileirão

·3 minuto de leitura


O Vasco foi à Ressacada, nesta segunda-feira para recuperar os pontos deixados para trás na minimamente polêmica partida contra o Brasil-RS. Mas o que se viu um time com erros defensivos elementares e com criação pouco eficiente. Como resultado, derrota para o Avaí por 3 a 1. Era confronto direto, e o Leão sobe na tabela enquanto o Cruz-Maltino fica no meio da tabela. da Série B do Campeonato Brasileiro. Melancolia e crise contínuas no clube de São Januário.

AVAÍ LETAL
O Vasco começou tentando pressionar. Andrey cobrou escanteio aos seis minutos, Romulo tentou o cabeceio, mas mandou para fora. E com a bola dominada no campo de ataque, o Cruz-Maltino errou. O Avaí, então, saiu em contra-ataque. Copete achou ótimo lançamento, Getúlio saiu na cara de Vanderlei, driblou o goleiro e abriu o placar.

VAR... MAS EMPATE
Os visitantes tinham dificuldades, mas conseguiram empatar. Aos 26 minutos, Cano recebeu lançamento, entrou na área e rolou para Morato. Com o gol vazio, o ponta empurrou a bola para a rede. O VAR ainda demorou quase três minutos para confirmar um lance aparentemente simples. E ainda no primeiro tempo, o time da casa errou a saída de bola, Morato achou Léo Jabá, mas o goleiro fechou o chute.

COMO ASSIM?
Aí houve o intervalo. Depois de 15 minutos de orientações, uma falta para o time da casa, perto da área, mas na diagonal tinha cinco jogadores do Vasco na barreira mais um deitado por trás. A bola foi cruzada na área, onde havia superioridade numérica do Avaí. E após Getúlio escorar, Bruno Silva fez o segundo do Leão. Aos dois minutos.

QUEM NÃO FAZ...
Então foi o segundo tempo inteiro correndo atrás. E com o Avaí "cozinhando" a partida. Caio Lopes, aos 27, obrigou o goleiro Glédson a fazer boa defesa com um cabeceio. Aos 32, um lance incrível, Cano foi lançado na área, chutou cruzado perto do gol e a bola passou perto do carrinho de Daniel Amorim. Três minutos depois, o Cruz-Maltino tinha a marcação pressionada, mas um bate-rebate resultou em Copete livre para chutar na trave. No rebote, Jonathan ampliou o marcador. Avaí 3 a 1.

-> Confira a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

FICHA TÉCNICA
AVAÍ 3 X 1 VASCO


Estádio: Ressacada, em Florianópolis (SC)
Data e hora: 6 de setembro de 2021, às 20h
Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR)
Assistentes: Bruno Boschilia (Fifa-PR) e Weber Felipe Silva (PR)
Árbitro de vídeo: Adriano Milczvski (PR)
Cartões amarelos: Miranda, Leandro Castan (VAS)
Cartões vermelhos: Não houve.

GOLS: Getúlio (11'/1ºT 1-0), Morato (29'/1ºT 1-1), Bruno Siva (2'/2ºT 2-1) e Jonathan (35'/2ºT 3-1)

AVAÍ: Glédson, Edilson, Betão, Alemão e João Lucas (Rafael Pereira, 41'/2ºT); Bruno Silva, Serrato (Wesley Soares, 25'/2ºT) e Jean Cléber (Jonathan, 35'/2ºT); Copete (Diego Renan, 41'/2ºT), Getúlio (Romulo, 25'/2ºT) e Vinícius Leite - Técnico: Claudinei Oliveira.

VASCO: Vanderlei, Léo Matos, Miranda, Leandro Castan e Zeca; Romulo (Daniel Amorim, 29'/2ºT), Andrey (Caio Lopes, 26'/2ºT) e Marquinhos Gabriel (Galarza, 26'/2ºT); Léo Jabá (Gabriel Pec, 37'/2ºT), Cano e Morato (Figueiredo, 37'/2ºT) - Técnico: Lisca.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos