De forma dramática, CSA vence a Ponte Preta pelo Brasileiro da Série B

·3 minuto de leitura


No estádio Rei Pelé, em partida válida pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, o CSA venceu a Ponte Preta de virada pelo placar de 2 a 1. A Macaca abriu o placar no primeiro tempo com um golaço de Rafael Santos. O empate do CSA veio ainda na etapa inicial Iury Castilho. Já virada só chegou nos acréscimos em gol de pênalti de Gabriel.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

CALENDÁRIO
Na próxima rodada, o CSA faz o clássico contra o CRB, no estádio Rei Pelé. Já a Ponte Preta recebe o Vila Nova, no Moisés Lucarelli. Ambas as partidas do Brasileirão da Série B serão realizadas no dia 02 de outubro.

O jogo
PRIMEIRO TEMPO
COMEÇO DE JOGO MOVIMENTADO
O início da partida entre CSA e Ponte Preta foi bastante movimentado com os dois times criando chances para marcar. Mas a falta de pontaria de ambos os times impediu que gols não saíssem antes dos primeiros 10 minutos.

PONTE PRETA ABRE O MARCADOR
Mas aos 14 minutos a rede balançou. Rafael Santos pegou a bola na intermediária e soltou um foguete em direção ao gol para acertar o ângulo da meta do goleiro Thiago Rodrigues e marcar um golaço: 1 a 0 para Macaca.

CSA TENTA O EMPATE, MAS QUASE TOMA O SEGUNDO NO CONTRA-ATAQUE
Jogando em casa, o CSA se viu na obrigação de partir para cima em busca do empate. O problema é que a Ponte estava com o contra-ataque armado e quase fez o segundo gol, aos 23 minutos.

Fessin arrancou pelo meio e passou com “açúcar” para Moisés, mas o atacante não aproveitou. Ele pegou de primeira, mas o goleiro do CSA, Thiago Rodrigues estava muito bem colocado para efetuar a defesa com tranquilidade no meio do gol.

CSA EMPATA O JOGO
O jogo estava muito equilibrado. O CSA continuou insistindo em busca do empate, enquanto a Ponte Preta tentava ampliar o marcador na base do contra-ataque. Só que quem se saiu melhor foi o Azulão.

Marco Túlio soltou uma bomba da entrada da área, mas Ivan espalmou. No rebote, Iury Castilho estava muito ligado na jogada, tirou a marcação e bateu para igualar o placar no estádio Rei Pelé: 1 a 1, aos 35 minutos.

CHANCES PARA OS DOIS LADOS ANTES DO INTERVALO
Antes do apito final da primeira etapa, as duas equipes poderiam ter ido para os vestiários com a vantagem no placar. Para o CSA, Dellatorre desperdiçou a chance dentro da área. Já a Ponte teve duas oportunidades, mas Moisés não conseguiu marcar, inclusive, um dos chutes acabou acertando a trave.

SEGUNDO TEMPO
CSA FAZ O SEGUNDO, MAS NÃO VALEU
No comecinho da etapa complementar, Iury Castilho aproveitou a bola que sobrou dentro da pequena área e soltou uma bomba para virar a partida. Mas o gol foi anulado, pois o árbitro entendeu que ele ajeitou com o braço.

AZULÃO DOMINA A PARTIDA
O gol anulado não desanimou CSA. Os alagoanos continuaram pressionando e criando chances para virar a partida, mas Marco Túlio e Iury Castilho não estavam a pontaria afiada e chutaram para fora as oportunidades para virar o jogo.

PONTE TENTA ASSUSTAR, MAS CSA CONTINUA DOMINANDO A PARTIDA
Ao contrário da etapa inicial, a Macaca não conseguia equilibrar as ações com o CSA e pouco criou no segundo tempo. Mesmo assim, conseguiu assustar com João Veras e Moisés ao longo da etapa complementar. Enquanto isso o CSA continuou mandando no jogo e pressionando atrás do gol da virada.

DE PÊNALTI, CSA VENCE A PARTIDA
Quando tudo indicava que o jogo acabaria empatado, o CSA conseguiu a virada já nos acréscimos. Com ajuda do VAR, o árbitro viu um pênalti do pontepretano Cleyton. Gabriel bateu muito no canto direito e fez: 2 a 1, aos 51.

Ainda deu tempo para o CSA marcar o terceiro gol, após o goleiro Ivan, da Ponte Preta, ir até a área adversária na tentativa de empatar o jogo, mas acabou levando no contra-ataque. Sorte dele que Reinaldo estava impedido e o gol foi invalidado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos