Foragido na Rússia, suspeito de ataque ao Porta dos Fundos entra para a lista vermelha da Interpol

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A Polícia Federal incluiu Eduardo Fauzi, economista e empresário, suspeito de atacar a sede da produtora Porta dos Fundos, na lista de vermelha da Interpol.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Uma pessoa cujo nome consta na lista de difusão vermelha da Interpol pode ser presa por qualquer força policial do país em que esteja.

Leia também

O economista está foragido desde 31 de dezembro, quando a Polícia do Rio de Janeiro cumpriu o mandado de prisão contra ele expedido pela Justiça. De acordo com a policia, ele fugiu do Brasil para a Rússia no dia 29 de dezembro.

O ataque à produtora foi realizado no dia 24 de dezembro e não teve vítimas fatais. De acordo com a investigação, cinco pessoas participaram do crime. Fauzi foi o único que fugiu com o resto descoberto.

De acordo com o canal Globonews, uma autoridade brasileira em Moscou já iniciou as tratativas com autoridades russas para pedir a extradição de Eduardo Fauzi.

A versão oficial do Itamaraty afirma que não entrou em contato com autoridades russas e que é de responsabilidade do Poder Judiciário a decisão de pedir a extradição.

Desde 2007, Brasil e Rússia mantém um acordo de extradição. De acordo com o Ministério da Justiça, a Justiça do Rio de Janeiro pediu formalmente ao Itamaraty a extradição do empresário.

Leia também