Fora desde a saída de Bustos, Vinícius Balieiro ganha a primeira chance com Orlando Ribeiro

Vinícius Balieiro reapareceu no Santos após quase três meses (Foto: Ivan Storti/Santos)


O relógio marcava 39 minutos no duelo entre Santos e Atlético-GO quando o técnico Orlando Ribeiro chamou Vinicius Balieiro para entrar na vaga do lateral-direito Nathan. Volante de origem, o Menino da Vila ocupou o lado direito da defesa, como já fez com outros técnicos no Peixe.

O camisa 17 voltou a ter oportunidade após cerca de três meses fora. O último jogo com a camisa do Santos havia sido em agosto, na vitória contra o Coritiba por 2 a 1, na Vila Belmiro, quando entrou no final da segunda etapa. Depois disso, não jogou mais.

- O Balieiro marca muito bem e tem uma dinâmica de marcação muito boa. O Atlético estava nos incomodando ali em termos de marcação. Optei pelo Balieiro e não pelo Auro porque não precisávamos de um lateral que chegava à frente. Precisávamos nos defender. O Balieiro é primeiro volante, é difícil de passar por ele. Ali naquela posição era o que a gente precisava - disse o técnico Orlando Ribeiro.

Vinicius Balieiro subiu ao elenco principal do Santos em 2020. O atleta já atuou 64 vezes, sendo apenas 14 jogos nesta temporada. Em outubro de 2021, o Peixe anunciou a renovação do vínculo até 30 de abril de 2022 com o jogador de 23 anos.