Fora de casa, Rexona-Sesc supera o Camponesa/Minas

O time carioca sofreu duas derrotas para o Camponesa/Minas e tenta, nesta terça-feira, empatar o confronto e poder sonhar com mais um título

Atual campeão, o Rexona-Sesc (RJ) largou na frente nas semifinais da Superliga feminina. Nesta sexta-feira, a equipe carioca venceu fora de casa o Camponesa/Minas (MG) por 3 sets a 0 (25/20, 25/19 e 25/18), em 1h21 de jogo, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG).

Rexona-Sesc e Camponesa/Minas voltarão à quadra na próxima terça-feira, às 21h30, no ginásio do Tijuca, no Rio de Janeiro, para o segundo jogo da série melhor de cinco das semifinais.

No jogo desta sexta-feira brilhou a estrela da ponteira Gabi. A atacante ficou com o Troféu VivaVôlei ao ser eleita a melhor jogadora da partida em votação popular no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV). Gabi ainda foi a maior pontuadora do confronto, com 17 acertos.

- O coletivo fez a diferença na partida de hoje como tem acontecido durante a competição. Conseguimos sacar bem e isso facilitou o nosso bloqueio e a defesa. Demos um pequeno passo e sabemos que ainda tem muita série pela frente. Agora vamos jogar em casa e buscar diminuir mais o número de erros - disse a ponteira.

Pelo lado do Camponesa/Minas, a ponteira Jaqueline mostrou otimismo na recuperação da equipe mineira.

- Difícil falar após esse jogo. Perdemos para o time mais forte, uma equipe que tem uma hegemonia grande. Hoje não jogamos bem. Infelizmente não conseguimos fazer o que a gente vinha fazendo e acabamos com a derrota. Agora, é concentrar para o próximo jogo. Ainda não acabou, temos mais jogos e acredito muito em nossa equipe. É difícil, mas não é impossível.










E MAIS: