Fora de casa, Paraná faz boa vantagem e bate o Vitória pela Copa do Brasil

 Tricolor paranaense marcou um gol no final de cada tempo e encaminha vaga nas oitavas

O Paraná conseguiu um ótimo resultado ao ganhar do Vitória por 2 a 0 nesta quinta-feira, no Barradão, pelo jogo de ida da quarta fase da Copa do Brasil. O time baiano estava há 18 jogos sem perder, com apenas uma derrota no ano (fora de casa) e vindo de nove vitórias consecutivas. Os gols foram marcados pelo zagueiro Airton e pelo meia Guilherme Biteco.

Atuando em casa, o Leão pressionou no início e jogava no campo de defesa do adversário, mas demorou a criar algum perigo. Com 15, Willian Farias aproveitou bola espirrada e mandou uma bomba por cima do travessão. Um minuto depois, David cruzou da direita, Cleiton Xavier escorou e André Lima, livre, cabeceou para fora.

Seis minutos depois, em nova jogada pela esquerda do Tricolor, Cleiton Xavier recebeu em profundidade e arriscou, mesmo sem ângulo, obrigando Léo a espalmar. Com dificuldades para sair ao ataque, o time paranista demorou a rodar a bola e entrar na partida.

Quando começou a trocar passes, o Paraná apareceu em três arremates. Aos 26 e 29, com Leandro Vilela, sem muito perigo, e Robson, nas mãos de Fernando Miguel. No fim, com 40, o atacante novamente chutou forte e assustou.

O Vitória, que acabou dominado a partir dos 25, só foi chegar ao 46 com Patric, que exigiu boa defesa de Léo no rebote do próprio goleiro. Na última jogada, o gol saiu do outro lado. Em cobrança de escanteio de Renatinho, Airton subiu sozinho e, de sola, empurrou para as redes. 0x1.

Na volta do intervalo, o Leão continuou com problemas na criação e o treinador colocou Pineda e Jhemerson nas vagas de Cleiton e Gabriel Xavier, respectivamente, para tentar abrir espaços pelos lados. E foi Pineda quem, aos 20, chutou cruzado da direita e quase igualou o placar. Pouco depois Paulinho ainda entrou para dar mais ofensividade. Com 33, David chutou de fora da área e o desvio quase matou o arqueiro. Na sequência, Patric também tentou nas mãos de Léo.

Recuado, o Tricolor conseguiu suportar bem as poucas investidas da equipe da casa, que não encontrava vazios no bom sistema defensivo paranista. Na frente, entretanto, o time praticamente abdicou de atacar e só conseguiu encaixar um contra-ataque que foi suficiente. Guilherme Biteco tocou para Diego Tavares na ponta da área, que driblou um marcador e mandou cruzado para o meio-campista completar. 0x2.

Os dois times voltam a se encontrar na próxima quarta-feira, às 19h30, na Vila Capanema. O Paraná passa às oitavas de final com qualquer vitória ou empate, enquanto o Vitória precisa vencer por três gols ou com dois a partir de 3x1. O 2x0 rubro-negro leva aos pênaltis.

FICHA TÉCNICA
VITÓRIA 0X2 PARANÁ

Local


: Barradão, Salvador
Data-Hora: 13/4/2017 - 19h15
Árbitro: Wagner Reway (MT)
Auxiliares: Fábio Rodrigo Rubinho (MT) e Marcelo Grando (MT)
Público/renda: 9.624 total/não divulgado
Cartões amarelos: Rayan, Nathan, Guilherme Biteco (PAR)
Cartão vermelho: Paulinho (VIT)
Gols: Airton 48'/1ºT (0-1); Guilherme Biteco 43'/2ºT (0-2)

VITÓRIA: Fernando Miguel; Patric, Kanu, Alan Costa e Euller; Willian Farias, Bruno Ramires (Paulinho, 27'/2ºT), Cleiton Xavier (Pineda, 9'/2ºT) e Gabriel Xavier (Jhemerson, 20'/2ºT); David e André Lima. Técnico: Argel Fucks.

PARANÁ: Léo; Júnior, Airton, Brock e Rayan; Gabriel Dias, Leandro Vilela (Jhony, 31'/1ºT) e Renatinho (Guilherme Biteco, 26'/2ºT); Nathan, Pedro (Diego Tavares, 12'/2ºT) e Robson. Técnico: Wagner Lopes.


























E MAIS: