Fora de casa, CSA vence o Brusque e se afasta do Z4 da Série B

·4 minuto de leitura


Brigando pela recuperação no Campeonato Brasileiro da Série B, Brusque e CSA entraram em campo na noite deste domingo, pela 10ª rodada, no estádio Augusto Bauer. E não faltou emoção em campo. Mostrando força desde os primeiros minutos da etapa inicial marcando dois gols, o Azulão chegou a encontrar mais um tento no início do segundo tempo, abrindo 3 a 0 de frente, porém não contava com uma reação impressionante do Quadricolor, com Edu e Thiago Alagoano descontando, mas que acabou não sendo suficiente para conseguir um empate fechando a conta em 3 a 2 para alívio dos visitantes.

Com o resultado, a equipe treinada por Adriano Rodrigues chegou aos 13 pontos subindo para a 13ª colocação. Já o time comandado por Jerson Testoni, por conta do tropeço em casa, estacionou na 9º posição com o mesmo número de pontos.

CSA ABRE BOA VANTAGEM NO INÍCIO

Mesmo jogando fora de casa, a equipe do CSA não estava disposta a dar muito espaço para o Brusque desde os primeiros movimentos. Com isso, com um minuto completado, o Azulão chegou com perigo em tentativa de chute de Marco Túlio, porém o atacante acabou furando no lance.

Continuando em cima do adversário, aos 13 minutos, Lucão tratou de abrir o placar no Augusto Bauer, cabeceando a bola após cobrança de falta de Renato Cajá. E não parou por aí. Na jogada seguinte, aos 14, Kevyn recebeu a bola na área, e através de um novo cruzamento, encontrou Bruno Mota livre para ampliar. A equipe alagoana abria 2 a 0.

BRUSQUE NÃO DESANIMA E CORRE ATRÁS DO PREJUÍZO

Com a desvantagem no confronto, a equipe do Bruscão tentou manter a tranquilidade em busca de seus gols antes do término do primeiro tempo. Entretanto, mesmo com um verdadeiro bombardeio para cima do goleiro Thiago Rodrigues, em pelo menos três tentativas do artilheiro Edu, além de uma de Thiago Alagoano e Filipe Soutto, o camisa 1 da equipe visitante praticamente fechava sua meta levando a vitória parcial para os vestiários.

CSA AMPLIA NO INÍCIO DO SEGUNDO TEMPO

Mesmo com o Quadricolor voltando com uma troca promovida por Testoni, colocando Garcez no lugar de Diego Mathias, quem encontrou mais um gol foi o CSA. Aos 6 minutos, depois de boa jogada individual de Bruno Mota, se livrando da marcação, o atacante encontrou seu companheiro de time, Marco Túlio, que só teve o trabalho de ajeitar e mandar para o fundo das redes. 3 a 0 Azulão.

DONOS DA CASA MUDAM E DIMINUEM COM DOIS GOLS

Com o placar elástico por parte do Azulão, o comandante da equipe catarinense ainda mostrava esperança em uma recuperação. Sendo assim, após colocar Bruno Alves e João Carlos, minutos depois, aos 17, conseguiu seu primeiro tento com Edu, após cruzamento do próprio Bruno, fazendo 3 a 1.

Animado pelo gol, o Bruscão ainda conseguiu encontrar outro na sequência. Desta vez com Thiago Alagoano, aos 20, aproveitando lançamento de Airton e batendo bonito na bola para deixar o dele. 3 a 2 no placar.

AZULÃO RECUA PARA SEGURAR A VITÓRIA

Com algumas substituições de ambos os lados, sendo por parte da equipe alagoana tentando mudar seus atacantes na tentativa de aumentar a diferença, os catarinenses foram na mesma linha e optaram por aumentar seu poder ofensivo.

Entretanto, mesmo com novos atacantes em campo, os visitantes recuaram na tentativa de encaixar um contra-ataque. Sem êxito, o Brusque não quis saber e, mesmo insistindo de todas as formas, não conseguiu encontrar o gol de empate dando a deixa para a arbitragem colocar um ponto final na partida.

FICHA TÉCNICA
BRUSQUE x CSA - 10ª RODADA DO BRASILEIRÃO SÉRIE B
Estádio: Augusto Bauer, em Brusque (SC)
Data: 11 de julho de 2021, às 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Emerson Ricardo de Almeida Andrade (CBF-BA)
Assistentes: Daniella Coutinho Pinto (CBF-BA) e José Carlos Oliveira dos Santos (CBF-BA)
Cartões amarelos: Bruno Alves, Ianson, Gabriel Taliari e Éverton Alemão (BRU) / Matheus Felipe e Yuri (CSA)
Cartões vermelhos: -

Gols: Lucão, 13'/1ºT; Bruno Mota, 14'/1ºT; Marco Túlio, 6'/2ºT; Edu, 17'/2ºT; Thiago Alagoano, 20'/2ºT

BRUSQUE (Técnico: Jerson Testoni)
Jefferson Paulino; Toty (Bruno Alves, aos 15'/2ºT), Ianson, Éverton Alemão e Airton; Zé Mateus, Filipe Soutto (João Carlos, aos 15'/2ºT), Diego Mathias (Garcez, no intervalo) e Thiago Alagoano; Gabriel Taliari e Edu.

CSA (Técnico: Adriano Rodrigues)
Thiago Rodrigues; Ewerthon, Matheus Felipe, Lucão e Kevyn; Geovane, Yuri (Wellington, aos 30'/2ºT), Gabriel e Renato Cajá (18'/2ºT); Marco Túlio e Bruno Mota (Dudu Beberibe, aos 31'/2ºT).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos