A força do Liverpool e a chance de superar os "Invencíveis do Arsenal"

Goal.com

Mesmo com equipes da qualidade do Manchester United de Alex Ferguson ou do City de Guardiola, nenhuma equipe inglesa (na era Premier League) ficou tão marcada na memória dos fãs do futebol ao redor do mundo quanto os "Invencíveis" do Arsenal de 2003-04 .

Podemos dar mil explicações para o sucesso daquele time: o estilo veloz, dinâmico e intenso; um elenco cheio de jogadores em seu auge técnico e físico; atletas de qualidade indiscutível como Thierry Henry, Patrick Vieira, Robert Pirès, Freddie Ljungberg, entre outros; No entanto, o que deixou aquele time realmente na memória de cada um era a magia que ele transmitia.

Era uma mística indescritível que estava presente no Highbury, um estádio único que tinha auras brilhantes naquelas tardes no norte de Londres. Aquele time mágico dos Gunners marcou uma geração, que passou a acompanhar a Premier League religiosamente e ter Wenger como condutor do espetáculo, um maestro que regia um show especial. Não é coincidência a prevalência de torcedores do Arsenal ao redor do mundo.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio
Thierry Henry Arsenal
Thierry Henry Arsenal

Foram 537 dias invicto, entre os anos 2003 e 2005, com um total de 49 partidas sem ser derrotado. Terminou o campeonato de 2003-04 11 pontos na frente do Chelsea (de craques como Lampard e Makélélé) e 15 na frente do Manchester United de Alex Ferguson (com Roy Keane, Paul Scholes, Ryan Giggs, van Nistelrooy e um jovem Cristiano Ronaldo )

Era uma equipe harmoniosa, mas objetiva, que gostava da bola mas não abria mão dos contra-ataques. Não dominava tanto os jogos, deixava o adversário jogar, antes de dar o golpe fatal. Um time diferente de outros de Wenger, mais preocupados em controlar a posse de bola e jogar bonito do que vencer .

O tempo engrandece os mitos do passado, nos faz esquecer que esta equipe também teve momentos vulneráveis. Isso fez muitos pensarem que nunca teríamos um time que alcançasse as marcas do Arsenal de 2003-04. É claro, antes de conhecermos o Liverpool de Jurgen Klopp.

Jurgen Klopp Liverpool 2019-20
Jurgen Klopp Liverpool 2019-20

A equipe comandada por Klopp é o time mais poderoso da era Premier League, com o melhor retrospecto em todos os mais de 100 anos de história do futebol inglês. São 21 vitórias e um empate em 22 partidas disputadas até agora (superando o City de 2017-18), e se aproximando dos recordes da equipe do norte de Londres.

Além disso, este Liverpool é o atual campeão da Europa , e ainda pode bater muitos outros recordes. Nós ainda estamos em janeiro, no meio da temporada europeia, e os Reds já estão quase garantidos como campeões da Premier League. Não se pode deixar isso perder o valor, com outros desafios que aparecerão no ano.

Esta conquista nacional é o fim de uma seca que já dura 30 anos, é o capítulo final de uma epopeia, de uma lacuna para muitos torcedores do clube, que viram o Liverpool deixar a Premier League escapar de várias maneiras diferentes . E esta lacuna está sendo preenchida da maneira mais dominante possível.

No último título nacional do Liverpool, os heróis da taça foram como Ian Rush, John Barnes, Alan Hansen, Grobelaar, Beardsley, e é claro, Kenny Dalglish...em 1990. Três décadas se passaram desde então. 30 anos de crises, de projetos caóticos, de fracassos, de mudanças bruscas e dúvidas eternas...que acabarão da melhor maneira possível.

Kenny Dalglish Liverpool 1990
Kenny Dalglish Liverpool 1990

O próximo desafio dos comandados de Klopp na Premier League está na tabela de estatísticas e no livro de recordes. Os Reds estão a 382 dias sem perder na liga (os "invencíveis" de Wenger ficaram 537). Para conseguirem bater a marca, precisariam ficar invictos até 23 de junho deste ano, mais de um mês depois do final desta edição do Campeonato Inglês.

Para chegar nas 49 partidas dos Gunners, precisarão de menos jogos, já que o Liverpool "só" precisa de dez partidas para igualar a meta. Para quebrá-la, o fariam no próximo dia 4 de abril, diante do Manchester City no Etihad Stadium, provavelmente o confronto mais difícil que os Reds terão neste turno da Premier League . No caso, o único duelo que realmente parece ameaçar esta condição de invencibilidade.

Tal conquista estraçalharia todos os recordes, caso os Reds não percam nenhuma partida até o final da competição. Seria catártico, fantástico e exorcizaria um fantasma que já dura 30 anos. Seria o começo de uma nova história, do campeão sem derrotas, do novo "Liverpool Invencível".

Leia também