'Foi uma honra ter sido amigo e jogar com alguém do nível de Roberto Dinamite', afirma Tita

Tita (ao lado de Roberto): amizade cultivada por décadas (Reprodução


O adeus a Roberto Dinamite foi marcado por tristeza e recordações entre seus antigos colegas no Vasco. O ex-atacante Tita não poupou elogios ao eterno ídolo cruz-maltino, que morreu no úlltimo domingo (8) aos 68 anos.

- Ter jogado com uma pessoa do nível dele foi uma honra. Roberto era um cara de alto nível e tinha um companheirismo impressionante, era um cara muito do bem. Dividimos quarto em concentração, convivemos muito e tivemos uma amizade inesquecível - declarou ao LANCE!.

Tita recordou-se da visão de jogo que Dinamite tinha para conduzir o Vasco ao ataque.

- Tive a oportunidade em um gol nosso. Foi em uma tabela contra o Itaperuna. Toquei a bola para ele, aí o Roberto devolveu, chutei a bola de primeira e fiz gol. Logo depois, dei um abraço nele. E assim, aos poucos, fomos ganhando as partidas e acabamos campeões juntos - detalhou.


O ex-jogador valorizou a maneira como o Cruz-Maltino se consolidou naquele título de 1987.

- Nosso ataque foi impressionante naquele ano. Na artilharia, estávamos o Romário com 16, o Roberto com 15 e eu com 14 gols. Um ataque com mais de 40 gols impressiona, né?!

O campeão carioca de 1987 e Brasileiro de 1989 na Colina falou sobre as memórias que Dinamite deixa para ele.

- A liderança em campo, o fato de ser uma pessoa do bem, a maneira como foi ídolo do Vasco... Foi uma pessoa especial demais. - constatou.

O velório do camisa 10 cruz-maltino acontecerá nesta segunda-feira (9), das 10h às 19h, em São Januário.