Foi roubado? Especialistas analisam manobras semelhantes de Gabriel Medina e Igarashi; compare em vídeo

·2 minuto de leitura


Número um do ranking, Gabriel Medina não conseguiu avançar à final do surfe masculino nos Jogos Olímpicos de Tóquio. O brasileiro teve uma nota de 16.76 e foi superado pelo japonês Kanoa Igarashi, que conseguiu 17.00. Nas redes sociais, os juízes foram acusados de roubo pela esposa do brasileiro Yasmin Brunet, e por internautas.

+ Veja a tabela do futebol feminino do Brasil!

Os especialistas convidados pela Globo analisaram os aéreos dos atletas. Teco Padaratz, bicampeão mundial do World Men's Qualifying Series e um dos ídolos do esporte no Brasil avaliou que teria dado uma nota maior ao Medina, o que teria feito diferença na média final.

- Ele (Igarashi) não titubeia na hora de aterrissar na base e ele vai um pouco mais pra frente que o Gabriel no deslocamento. Só que eu particularmente se fosse o juiz valorizaria a queda do Gabriel por ser em um lugar mais difícil e se tivesse que dar uma nota maior ao Igarashi daria 0,1 ou 0,2, no máximo, porque elas foram muito parecidas - e não quase um ponto - analisou.

Miguel Pupo, surfista brasileiro de 29 anos que está na WSL concordou com Teco concordou que a diferença entre as notas foi exagerada.

- A diferença de um ponto foi muito alta. Era melhor do que o aéreo do Gabriel, a gente sentiu ali que era melhor. Mas foi uma diferença muito grande. Talvez um 8,83 ou 8,70 ( a nota do Medina) - disse.

Em um vídeo publicado no Twitter é possível comparar quadro a quadro os aéreos de Medina e Igarashi. O brasileiro, de branco, recebeu nota 8,43. Já o japonês, de vermelho, teve nota 9,33. Veja!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos