Foi uma partida perfeita, afirma presidente do Barcelona

Depois da histórica virada sobre o Paris Saint-Germain na Liga dos Campeões, o presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, comentou o resultado da partida. Ele ainda falou sobre a arbitragem, que foi, no mínimo, polêmica, marcando dois pênaltis, sendo um considerado por muitos inexistente e outro duvidoso.

“Foi espetacular. Pensamos em trabalhar desde o final do jogo em Paris (que terminou em 4 a 0 para o time francês). Foram muito bem. Felicito Luis Enrique, a comissão técnica, jogadores e fãs, que não pararam de torcer. Acreditamos na virada e conseguimos. Gostaria de felicitar o PSG, que é uma grande equipe e um grande clube. Mas estamos nas quartas de final”, afirmou Bartomeu antes de comentar a arbitragem:

“Eles (os árbitros) fazem o melhor que podem. Sabíamos que precisávamos fazer seis gols. O gol de Cavani já era esperado, mas seguimos acreditando na virada. Não se esqueçam disso”.

Veja mais:

Dirigente do Barça viaja a Londres para observar potenciais reforços à lateral

Sonhando em treinar o Barça, Xavi revela quando deve se aposentar

Após um resultado desse tipo, muitos esperariam que o Barcelona mantivesse o seu treinador, entretanto Joseph Maria Bartomeu disse aceitar a decisão que Luis Enrique tomou, na semana passada, de deixar a equipe ao final da temporada.

“Ele disse que não vai continuar, é a sua decisão e respeitamos, embora eu gostaria que ele continuasse. Ainda temos três meses de grande futebol”, declarou o presidente, que também falou sobre a Champions League. “É o objetivo de cada ano. Hoje foi uma partida perfeita. Agora vamos desfrutar com todo o merecimento”.

O executivo do clube catalão também não pensa em escolher adversário para as quartas de final. “Todos (os adversários) são muito fortes. Nas quartas de final, chegam os melhores da Europa. Todos são difíceis”.