Fluminense tem Certificado de Clube Formador renovado pela CBF

LANCE!
·1 minuto de leitura


Após vistoriar o CT Vale das Laranjeiras, em Xerém, a CBF renovou o Certificado de Clube Formador do Fluminense. O clube tentava subir para a categoria A, com validade de dois anos, mas obteve o aval de um ano. Em setembro, o Tricolor havia ficado fora da lista atualizada divulgada pela entidade pois ainda aguardava análise da Ferj de sua documentação.

O Tricolor foi o primeiro clube grande do Rio de Janeiro a conseguir o certificado e o primeiro a renová-lo. Para receber este documento, o Fluminense teve que cumprir uma série de itens, entre eles a presença de médicos, preparadores físicos, dentistas, psicólogos, fisioterapeutas, nutricionistas, assistentes sociais e educacionais, além de um programa de alimentação.

- Buscamos sempre melhorar e evoluir o bom trabalho que já é realizado na nossa base. Estamos investindo na parte estrutural do nosso CT, que além da nossa base, também abriga o futebol feminino. Vamos trabalhar para fornecer cada vez mais e melhores atletas para o futebol profissional do Fluminense, que é o nosso principal objetivo - comemorou o vice-presidente da base, Rui Reinsiger.

Após o incêndio no Ninho do Urubu, CT do Flamengo, que vitimou 10 jovens no ano passado, as regras ficaram ainda mais rígidas. Quem consegue esse certificado pode assinar contratos profissionais com atletas, preferência em renovações, garantia legal para elidir o aliciamento de terceiros e abandono “intencional” do atleta, além de participar da Série A do Brasileirão.