Fluminense se une ao cantor Ferrugem em ação solidária


O Fluminense fez uma parceria com o cantor Ferrugem, torcedor declarado do clube, para a distribuição de uma tonelada de alimentos arrecadados a partir de uma Live do artista, no dia 19 de abril. A ação teve como destinatária a Casa de Apoio à Criança com Câncer Santa Teresa (Caccst), localizada no Estácio, Zona Central do Rio. A instituição assiste mensalmente uma média de 80 famílias de diversos locais do estado e do restante do país.

A entrega dos alimentos foi feita pelo vice-presidente de Ação Social e Governamental, Edmundo Coelho, que enalteceu a parceria que possibilitou atender à Caccst.


– A solidariedade é sempre importante, ainda mais em tempos de pandemia. O Fluminense faz um agradecimento especial ao cantor Ferrugem, grande Tricolor, por mais essa parceria. Essa ação, certamente, será de grande ajuda às crianças e suas famílias para prevenção e preservação da saúde – afirmou o vice-presidente.

O encontro também serviu para iniciar a campanha de doação de frascos de álcool em gel lançados pelo Fluminense esta semana.

– O clube tem atuado em várias frentes para apoiar a população do Rio de Janeiro nesse momento tão difícil. Estamos fazendo diversas parcerias com Organizações e o governo para o apoio. E nossa torcida está nos apoiando – concluiu Edmundo Coelho.

A Caccst

A Casa de Apoio à Criança com Câncer Santa Teresa nasceu em novembro de 2000 com, aproximadamente, cinco crianças a partir de um desejo da Sandra Nóbrega, atual presidente da instituição, que durante um período de tratamento pessoal observou alguns casos de crianças carentes portadoras da Neoplasia. A imensa dificuldade das famílias em iniciar e dar continuidade ao tratamento da doença foi dos fatores que a levaram a criar o projeto.

A Casa de Apoio teve início em Bangu, onde permaneceu por um período, e logo no ano seguinte mudou-se para o bairro de Santa Teresa onde ficou situada durante alguns anos. Hoje tem sede no bairro do Estácio. A instituição atualmente assiste mensalmente uma média de 80 famílias de diversos locais do estado e do restante do país, com apoio nutricional, psicológico, pedagógico, além de hospedagem durante o período de tratamento.










Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também