Fluminense se reapresenta com clima de pressão e instabilidade sobre Roger Machado

·2 minuto de leitura


Depois da dolorosa eliminação na Libertadores, o Fluminense se reapresenta no CT Carlos Castilho neste sábado para iniciar a preparação visando a partida com o Atlético-MG, pelo Campeonato Brasileiro, na segunda-feira. Tentando retomar a confiança após a decepção, o elenco convive com a pressão por melhores atuações, resultados e a instabilidade sobre o trabalho do técnico Roger Machado.

Havia a expectativa externa de uma reunião sobre o futuro do treinador após o desembarque da delegação na sexta-feira. No entanto, fontes ouvidas pelo L! afirmam que não houve o encontro de Mário Bittencourt e Paulo Angioni para tratar do caso. Assim, o Roger permanece no cargo por enquanto. A atividade, inicialmente marcada para a parte da manhã, foi alterada e será realizada a partir de 15h no CT.

Veja a tabela do Brasileirão

​Além das situações do extra-campo, há também problemas a serem superados dentro das quatro linhas. O Flu perdeu Paulo Henrique Ganso e Yago Felipe, lesionados durante o 1 a 1 com o Barcelona de Guayaquil (EQU). O volante ainda será reavaliado para saber a extensão da entorse no tornozelo esquerdo, mas fica fora diante do Galo. O meia precisará passar por cirurgia por conta da fratura no rádio, um dos ossos do antebraço direito.

O treinador também não tem Gabriel Teixeira disponível, mas vive a expectativa de poder utilizar Caio Paulista de volta. Apesar dos esforços, o jogador não se recuperou de uma lesão na coxa direita a tempo e estava em transição. Quem vive a expectativa por uma chance é o meio-campista Nonato, que não pode ser inscrito na Libertadores e ficou no banco em duas oportunidades desde que chegou, mas não estreou.

Novo reforço anunciado na quarta-feira, Jhon Arias ainda não foi inscrito no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF e, portanto, ainda não está em condições de jogar. Ele precisa ter o nome publicado até 24 horas antes da partida contra o Atlético-MG na quinta-feira para ficar disponível no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil.

Com quatro derrotas seguidas no Brasileirão, o Fluminense busca a recuperação diante do líder isolado da competição. O Atlético-MG tem 37 pontos com 12 vitórias, um empate e três derrotas, enquanto o Flu está em 15º, com 17 pontos, apenas dois acima do Sport, que abre a zona de rebaixamento, e do América-MG, em 18º. O confronto será na segunda-feira, às 20h, no Estádio de São Januário.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos