Felipão declina convite do Fluminense e só volta a trabalhar em 2020

Yahoo Esportes
Felipão só volta a trabalhar em 2020 (NEWTON MENEZES/FUTURA PRESS)
Felipão só volta a trabalhar em 2020 (NEWTON MENEZES/FUTURA PRESS)

Luiz Felipe Scolari não será o treinador do Fluminense nesta temporada. Ele foi procurado pelos dirigentes do clube carioca, após a saída de Oswaldo de Oliveira, mas as conversas não evoluíram para uma negociação.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM

Felipão, que também foi procurado pelo Cruzeiro antes do acerto com Abel, não tem como objetivo voltar a trabalhar em 2019. Ele pretende descansar após a sua passagem pelo Palmeiras para, no fim do ano, voltar a negociar o seu retorno ao futebol.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também:

Voltar ao futebol internacional está entre um dos objetivos de Felipão. O pentacampeão mundial já trabalhou na China, Japão, Inglaterra, Portugal, Uzbequistão, Kuwait e Arábia Saudita.

Scolari não é o primeiro treinador a declinar um convite do Fluminense após a saída de Oswaldo. O Tricolor buscou Cuca, mas ele também não tem o objetivo de voltar a trabalhar em 2019.

O auxiliar Marcão foi o treinador do Fluminense na vitória deste domingo, por 2 a 1, sobre o Grêmio, no Maracanã. A sua efetivação não está descartada. Zé Ricardo e Lisca são nomes que também circulam pelas Laranjeiras.

Siga o Yahoo Esportes: Twitter | Instagram | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter

Leia também