Fluminense e Vasco: ataque x defesa

Goal.com

ANÁLISE

Fluminense e Vasco fazem a semifinal do Campeonato Carioca neste sábado (22), às 19h (horário de Brasília), no Maracanã, de olho na decisão do Estadual. E o clássico, que possui muita história e rivalidade, ganha um ingrediente extra: o confronto entre ataque e defesa.

Com a vantagem do empate, o Tricolor usará o seu ataque imbatível para complicar ainda mais o adversário, que tem a obrigação de vencer. Com 51 gols em 23 jogos na temporada, a equipe comandada por Abel Braga registra uma média superior que no último Campeonato Brasileiro. 

Em 2016, o time comandado por Levir Culpi e Magrão (já no final da temporada) balançou as redes 45 vezes em 38 jogos disputados. Uma média de 1,18 gols, enquanto este ano aumentou para 2,17. 

Desta forma, o Vasco vai precisar de cuidado redobrado neste sábado se quiser chegar à final. No entanto, a torcida cruzmaltina pode se animar com as mudanças que ocorreram na equipe no último mês.

Milton Mendes Vasco Boavista Carioca 01 04 2017
Milton Mendes Vasco Boavista Carioca 01 04 2017


Milton Mendes vem ajustando a equipe, que dá sinais de crescimento (Foto: Paulo Fernandes - Vasco)

Desde a chegada do técnico Milton Mendes, o time sofreu apenas dois gols em seis jogos, registrando uma média de 0,33 por partida. Um número no mínimo animador, uma vez que com o técnico Cristóvão Borges, a média de gols sofridos era de 1,21.

Além do mais, o ataque que preocupava o vascáino, também cresceu com a chegada do novo treinador. A média aumentou de 1 para 1,33 tentos. Foram oito gols marcados em seis partidas.

É bem verdade que a equipe ainda tem muitos ajustes e o Tricolor chega novamente para o confronto como favorito, apesar de não contar com o seu principal artilheiro, Henrique Dourado.

Mas uma coisa é certa: o duelo deste sábado no Maracanã tem tudo para ser um grande jogo. 

VEJA TAMBÉM:

Leia também