Fluminense deixa péssima primeira impressão e estreia no Carioca com derrota para o Bangu

·1 min de leitura

Entre os torcedores dos quatro grandes clubes do Rio de Janeiro, o do Fluminense era o que estava mais empolgado para a estreia do Carioca. Motivados pelos oito reforços contratados, demonstrou confiança ao esgotar de forma antecipada os ingressos para o jogo de ontem. Mas, em troca, recebeu um show de erros típicos de uma pré-temporaca ainda no início: vitória do Bangu por 1 a 0, no Luso-Brasileiro.

É possível citar vários motivos para esse tropeço. Claramente fora de ritmo, o Fluminense pouco conseguiu ter o controle do jogo e atrair o Bangu para as suas estratégia. Desentrosado, não viu o esquema de 3-5-2 dar segurança para o sistema defensivo nem os reforços darem trabalho na frente. Tanto que o gol do Bangu nasceu de um erro coletivo: um passe errado de Felipe Melo, que virou um contra golpe para Roberto Baggio marcar diante de uma defesa desorganizada.

Na chuva de substituições que Abel Braga tinha na segunda etapa, mudanças que fizeram sentido, como a boa entrada de Luiz Henrique, ou inexplicáveis, como o teste de Caio Paulista como lateral-esquerdo. De modo geral, mais pressão porque o Bangu abdicou de jogar futebol do que por uma superioridade. Tanto que o gol de empate não veio.

Ainda faltam 27 dias para corrigir esses erros até a partida diante do Millonarios, pela pré-Libertadores. Porém, a estreia pouco animou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos