Fluminense arranca empate com Portuguesa-Rj e tem boa vantagem para chegar à final

·3 minuto de leitura
RIO DE JANEIRO, RJ, 02.05.2021: PORTUGUESA-FLUMINENSE - Abel Hernández (Fluminense) comemora após marcar, em cobrança de pênalti, gol de empate para o tricolor, no primeiro jogo entre Portuguesa e Fluminense, válido pela semifinal do Campeonato Carioca, neste domingo (02), no Estádio Luso-Brasileiro (Estádio dos Ventos Uivantes), na zona norte da cidade. (Foto: Andre Melo Andrade/Immagini/Folhapress)
RIO DE JANEIRO, RJ, 02.05.2021: PORTUGUESA-FLUMINENSE - Abel Hernández (Fluminense) comemora após marcar, em cobrança de pênalti, gol de empate para o tricolor, no primeiro jogo entre Portuguesa e Fluminense, válido pela semifinal do Campeonato Carioca, neste domingo (02), no Estádio Luso-Brasileiro (Estádio dos Ventos Uivantes), na zona norte da cidade. (Foto: Andre Melo Andrade/Immagini/Folhapress)

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - O Fluminense empatou por 1 a 1 com a Portuguesa-RJ, no Luso Brasileiro, neste domingo (2), e tem boa vantagem para chegar à final do Campeonato Carioca. Com melhor campanha na primeira fase, o Tricolor pode empatar no jogo de volta que estará classificado. Chay abriu o placar para os donos da casa, e Abel Hernández deixou tudo igual no segundo tempo.

A partida de volta será no próximo domingo (9), às 16h (horário de Brasília), no Maracanã. Antes, o Tricolor tem um importante duelo contra o Júnior de Barranquilla, na Colômbia, pela terceira rodada da Copa Libertadores.

Mesmo com time reserva, o Fluminense iniciou o jogo com muita confiança e buscando o ataque. Logo aos 5 minutos, Ganso quase abriu o placar de cabeça, mas viu Neguete fazer defesa parcial. No rebote, Samuel Xavier invadiu e finalizou com perigo. Bom cartão de visitas do Tricolor.

O VAR estreou no Carioca justamente nas semifinais. E logo mostrou sua importância. Aos 12 minutos, a arbitragem de vídeo identificou toque de mão de Ganso em jogada de ataque da Portuguesa. Chay cobrou com categoria e abriu o placar.

O Fluminense poderia tranquilamente ter virado a partida. Faltou apenas combinar com Abel Hernandez. Titular na vaga de Fred, poupado, o uruguaio abusou de perder gols. Foram pelo menos umas três grandes oportunidades que o centroavante não conseguiu estufar as redes. A torcida perdeu a paciência nas redes sociais.

A melhor chance do Fluminense novamente passou por um gol perdido por Abel Hernández. Na sequência, Ganso finalizou e venceu Neguete, mas o lateral Watson, homônimo do parceiro do famoso detetive Sherlock Holmes, entrou em ação e cortou a bola em cima da linha. Fundamental, elementar, para levar a vitória parcial para o intervalo.

O VAR chegou com tudo no Carioca. Em sua segunda participação na partida, mais um pênalti marcado. Abel Hernández, que vinha mal na partida, chamou a responsabilidade e cobrou a penalidade com segurança: no meio do gol. Empate do Fluminense logo no início do segundo tempo.

Após o empate do Fluminense, a partida ficou mais truncada e com disputas no meio de campo. Os defensores levaram a melhor sobre os jogadores mais ofensivos, o que evitou a criações de chances de gol. Com vantagem do empate, o Tricolor parecia satisfeito com o resultado. A Lusa, por sua vez, parecia sem forças para voltar à liderança.

A Portuguesa ainda quase buscou a vitória nos acréscimos da partida. Mauro Silva recebeu cruzamento da direita e, de primeira, finalizou com categoria. Sorte do Fluminense que o goleiro Marcos Felipe fez grande defesa e manteve o empate. O Tricolor se animou e respondeu. Mas Neguete também fez milagre em chute de Caio Paulista.

PORTUGUESA-RJ:

Negueti; Watson (Muniz), Pedro, Guerra e Luis Gustavo; Wellington Cesar, Mauro Silva, Cafú (Douglas Eskilo) e Chay (Rafael Pernão); Jhulliam (Everton Heleno) e Romarinho.(Andrezinho)

FLUMINENSE:

Marcos Felipe, Samuel Xavier, Manoel, Matheus Ferraz e Egídio; Wellington (Yago Felipe), Hudson (Martinelli), Cazares (Kayky) e Ganso (Caio Paulista); Gabriel Teixeira e Abel Hernández (Bobadilla).

FICHA TÉCNICA

PORTUGUESA 1 x 1 FLUMINENSE

Data: 02/05/2021 (domingo)

Hora: 16:00 (de Brasília)

Local: Estádio Luso-Brasileiro

Árbitro: Alexandre Vargas Tavares de Jesus

Auxiliares: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Carlos Henrique Cardoso de Souza

VAR: Bruno Arleu de Araújo

Gols: Chay, aos 14 minutos do primeiro tempo; Abel Hernández, aos 11 minutos do segundo tempo

Cartões amarelos: